1º DE MAIO (1)

«Nunca os carcereiros do Campo de Concentração do Tarrafal nos venceram (...)
É muito grande a força de um homem que se bate por razões justas que o engrandecem e não quer abdicar do respeito por si próprio. No Tarrafal éramos muitos os que assim pensavam e sentiam, e mútuo era o amparo e mútuas as palavras de encorajamneto.
Cercaram-nos de arame farpado, de mar, de muitas muralhas de isolamento, e todas elas derrubámos. Mas a que construímos com a nossa firmeza, a nossa convicção num futuro que iria abater os fascistas, essa não a demoliram os carcereiros.

Os vencedores fomos nós.
Nós que pelo 1º de Maio, arriscando-nos aos espancamentos e à frigideira, de costas para as paredes das oficinas, ali estávamos esperando pela alvorada.
E quando o Sol se erguia por cima dos telhados das casernas, levantávamos então o punho em saudação. Saudação ao Sol que um dia amanheceria numa Pátria livre

«Os Vencedores do Campo» - in «TARRAFAL - Testemunhos»

5 comentários:

Maria disse...

Um bom 1º de Maio para o "colectivo" do Cravo de Abril!!!!!

Abraços

GR disse...

Estes comoventes testemunhos dão-me tanta força!

Em nome de todos os Resistentes, amanhã na Manif. gritarei bem alto,
Viva o 1º de Maio!
Em nome de todos os Trabalhadores, amanhã na Manif. gritarei bem alto,
Viva o 1º de Maio!

Para ti Fernando Samuel,

Um Grande 1º de Maio

GR

poesianopopular disse...

Ontem, foram eles hoje somos nós, amanhã outros, se seguiram, a luta é o caminho! Unidos venceremos!
Abraço
Manangão

Antuã disse...

Em Aveiro esteve como não se via há anos. por outro lado em Lamego a garraiada, organizada a preceito pelo poder, ficou envergonhada perante os trabalhadores e o 1º. de Maio.

Fernando Samuel disse...

maria: obrigado.
Um beijinho.

gr: gritámos todos: Viva o 1º de Maio!
Um beijinho.

josé manangão: essa é uma palavra de ordem gritada por várias gerações de lutadores.
Abraço amigo.

antuã: e tanto quanto sei foi assim por todo o lado.
Abraço amigo.