UM HERÓI DO NOSSO TEMPO

Chama-se Salter Cid, tem 54 anos de idade e é vereador do PSD na Câmara Municipal de Lisboa.
Por detrás deste presente vulgar e banal, esconde-se, no entanto, um notabilíssimo currículo:
Em 1990, entrou na Marconi e, logo a seguir, foi chamado a secretário de Estado das Comunicações do Governo de Cavaco Silva; em 1994, passou a secretário de Estado da Segurança Social, no segundo Governo do mesmo Cavaco Silva; em 1997, regresssou à PT; em 2003, Durão Barroso chamou-o a presidente da Companhia das Lezírias (sem contrato e com o ordenado de 27,5 mil euros mensais); em 2006, regressou à PT; em 2007, sai da PT com suspensão de contrato e uma pensão de 17,9 mil euros mensais.

Releve-se, desde já, a vastidão de conhecimentos, capacidades e valências deste homem - e anote-se que tal vastidão de competências é por demais justificativa das altas remunerações que acompanharam o seu multifacetado currículo.
Face a isso, é fácil de perceber que o homem se sinta lesado com a mísera pensão de 17,9 mil euros mensais que, agora, lhe foi atribuída. E é compreensível que a indignação perante tamanha injustiça o tenha levado a avançar com um processo contra a EP, exigindo uma pensão maior, muito maior, e mais consentânea com a elevada qualidade do trabalho que ali desenvolveu durante os longos seis anos que por lá passou, nos intervalos dos tachos com que os sucessivos governos do PSD o iam presenteando.
Salter Cid é um herói do nosso tempo - um produto acabado, saído das tripas da política de direita que há 32 anos vem flagelando os trabalhadores, o povo e o País.

10 comentários:

Crixus disse...

Qual Cid, o Campeador, este sim um verdadeiro salte(ado)r de estradas (ou de gabinetes).

zambujal disse...

Mas há tantos que, sendo poucos relativamente à imensa massa de gente que trabalha e é diariamente ofendida, insultada, andam por aí...
São os que não sentem o aumento do custo de vida, não têm baixos salários e só com crédito bancário têm acesso ao que teriam direito... por viverem HOJE!

samuel disse...

"Adio, Adieu, Auf Wiedersehen, Goodbye
Amore, Amour, Meine Liebe, Love Of My Life..."

Ah... peço desculpa!
Trata-se de outro Cid... aliás, muito mais "artista" que o José, o que não é pouco!...

poesianopopular disse...

Todos os capatazes s�o bem pagos,o grande capital protege bem os seu lacaios, agora a "lama" � que precisa de sol, para ver se enrija.

Anónimo disse...

E pensar eu que trabalhei e desontei durante 38 anos, até com vencimentos razoáveis; que, por causa da entrada para a CEE vi a minha profissão praticamente acabar, tendo de recorrer a reforma antecipada aos 56 anos e agora ter de viver com pensão de 350 euros mensais. O que não me apetece chamar a estes filhos da puta!...
Rui Silva

Anónimo disse...

Desculpem, o "desontei" é descontei.
Rui Silva

Antuã disse...

Os salteadores querem cada vez mais.

Aristides disse...

Ficamos todos à espera de mais uma intervenção do governador do Banco de Portugal, o excelso Vitor Constâncio, vindo aconselhar moderação salarial e de pensões aos...modestos trabalhadores da PT. Sim, porque estas imoralidades, desde que beneficiem os gestores de topo não lhe tiram o sono.

Fernando Samuel disse...

crixus: de gabinetes, de gabinetes...

zambujal: são os que têm acesso... a todos os acessos...

samuel: muito mais «artista» do que a imensa maioria dos artistas...

josé manangão: o grande capital protegendo-os protege-se...

rui silva: apetece-te apenas chamar-lhes o que eles são...

antuã: é essa a condição deles...

aristides: estas imoralidades... são moralidades...

GR disse...

Como se sentirá alguém que rouba diariamente dinheiro aos trabalhadores?
Como poderá andar na rua de cabeça levantada, um homem com este curriculum.

GR