POEMA

Para um amigo que gosta muito de poesia...


O desempregado com filhos

Disseram-lhe: só te oferecemos emprego se te cortarmos a mão.
Ele estava desempregado há muito tempo; tinha filhos, aceitou.
Mais tarde foi despedido e de novo procurou emprego.

Disseram-lhe: só te oferecemos emprego se te cortarmos a mão que te resta.
Ele estava desempregado há muito tempo; tinha filhos, aceitou.
Mais tarde foi despedido e de novo procurou emprego.

Disseram-lhe: só te oferecemos emprego se te cortarmos a cabeça.
Ele estava desempregado há muito tempo; tinha filhos, aceitou.

In O Senhor Brecht de Gonçalo M. Tavares - Edições Caminho

5 comentários:

Maria disse...

Esta é forte!
O Brecht sabia tanto...

Obrigada, João

Fernando Samuel disse...

Excelente texto, este de Gonçalo M. Tavares - e muito à maneira de Brecht...

Obrigado, meu amigo.
Um abraço
(vês como, afinal, gostas de poesia...)

poesianopopular disse...

João
Poesia é sonho!...e o sonho comanda a vida, meu amigo!
Obrigado e um forte abraço para ambos.

samuel disse...

Muito bom!

GR disse...

Excelente escolha!
Gosto muito deste jovem escritor (Gonçalo M. Tavares).


GR