DESAFIO AOS VISITANTES

Sendo fácil deduzir que as declarações abaixo citadas (por ordem cronológica) foram proferidas por pessoa, ou pessoas, com altas responsabilidades no PS, talvez seja um pouco mais difícil descobrir quem as proferiu.

Aqui fica, pois, o desafio aos visitantes do Cravo de Abril:
Quem foi que nos brindou com as afirmações que se seguem?


I - O PS no Governo

«Se este Governo falhasse - e não falha - nada de bom poderia vir para a Esquerda».

«A partir de Abril do próximo ano ficarão para trás as maiores dificuldades».


II - O PS na «oposição»

«Nunca o descontentamento popular foi em Portugal tão grande (...) o PS está disposto a encetar acções de gravidade cada vez maior no sentido do Governo não fazer aplicar o Pacote Laboral».

«Os socialistas estão dispostos a vir para a rua defender os interesses dos trabalhadores».


III - O PS no Governo

«Tal política implica restrições e sacrifícios que entendemos deverem ser partilhados por todos».

«Posso garantir que não irá faltar aos portugueses nem trabalho nem salários».

«O Governo não vai falhar».

«No segundo semestre alargaremos o cinto».

«Dentro de seis meses o país vai considerar-me um herói».

10 comentários:

zambujal disse...

Meu Caro Fernando Samuel, o teu desafio é aliciante. Só o que citas é suficiente, e daria um excelente tema para concurso televisivo.
Cá por mim estive tentado a ir procurar... mas desisti logo. Uma única resposta poupa-me tempo de pesquisa mais útil para outras coisas (não que fosse inútil... mas ia dar-me muito trabalho): foram "artistas portugueses" que alternam no governo, todos da mesma equipa que tem equipamento cor de rosa pró-alaranjado e, em alternativa, quando na oposição, com um debruado a vermelho vivo. Este equipamento fica de reserva para alguns dos "artistas" vestirem quando é conveniente evitar grandes derrapagens e, enganando o pessoal, procurar impedir que este vá longe de mais na escala cromática. Aliás, não olham a meios para evitar esse risco e têm sempre "ligações perigosas" e "amizades particulares" atentas e prontas para todos os serviços.
E paro aqui porque já me espraiei demais à conta do teu excelente "post"... É que estas citações enervam-me!

samuel disse...

Como tenho a memória feita num caco... para pormenores e recortes, fico-me pela ideia geral da coisa.
A ideia geral que tenho (do passado, do presente e deles) é que estas declarações podiam bem ter sido feitas pelo mesmo autor.

Antuã disse...

realmente é difícil saber quem disse o quê. qualquer dirigente do PS pode ter dito isso.

Maria disse...

É um excelente desafio, daqui a pouco vou ver se descubro "os animais que assim falaram".
Sei de onde vêm, claro, mas ler isto agora parece ficção.....

Maria disse...

Pesquisei algumas frases no goggle....
o resultado de todas foi... "Cravo de Abril: desafio aos visitantes" :)))

Bergano disse...

Foi o Sá Fernandes!

Agora o Zé, para além de sabermos que faz falta à skoda, já participa abertamente em reuniões da concelhia do PS...

O Anacleto, com o seu sentido tão oportuno (oportuno de oportunista) já veio dizer hoje que a Helena Roseta (aquela com quem não se quis entender o ano passado)pode ser uma boa hipótese para liderar uma lista do Bloco...

A unidade da "esquerda" veio mesmo para ficar...

Sal disse...

Foram extra-terrestres.

(isto, sem querer insultar os verdadeiros que, coitados, já não lhes basta fazer viagens durante vários anos-luz, sem TGV, ainda são comparados com os dirigentes passados, presentes e futuros do PS...)

bjs

Mide disse...

Que tal o Manuel Alegre?

Jorge disse...

Qualquer governante do PS poderia ser o autor dessas frases. Limitam-se a serem robots do grande capital seguindo as suas instruções. Deviam de ter vergonha em se dizerem socialistas...

Fernando Samuel disse...

zambujal: está o personagem caracterizado - e bem.

samuel: e é que podiam mesmo...

antuã: sem dúvida...

maria: «os animais que assim falaram»: outra excelente caracterização...

bergano: talvez daqui por uns anos...

sal: «passados, presentes e futuros»: outra excelente caracterização...

mide: podia muito bem ser...

jorge: qualquer um, sem dúvida...


Para todas e todos: mário soares é o autor de todas as frases citadas.