BUSH & BEN LADEN

Bush, em vésperas de ser substituído como presidente dos EUA, veio à Europa despedir-se dos seus amigos fiéis: os governantes da UE que o ajudaram na criminosa tarefa de invadir e destruir a ex-Jugoslávia, o Afeganistão e o Irão assassinando centenas de milhares de crianças, mulheres e homens.

Num desabafo ao criado do Reino Unido, confessou a sua mágoa por não ter conseguido alcançar o objectivo de caçar o Ben Laden - seu ex-amigo e ex-sócio (um dia se confirmará, ou não, se é ex...)
A confissão desta mágoa traz, mais uma vez, à luz do dia a contradição insanável com que Bush se vem debatendo de há sete anos a esta parte.

Como estamos lembrados, logo após o ainda não esclarecido ataque às Torres Gémeas, Bush colocou como tarefa prioritária a captura de Ben Laden.
Disse ele, na altura:
«O mais importante é encontrar Ben Laden. É essa a nossa prioridade».

E, três meses passados, reiterava o objectivo:
«Vamos apanhar Ben Laden. Vivo ou morto»

Depois, talvez porque ocupado com a democraticíssima tarefa de bombardear, ocupar e destruir o Afeganistão - e talvez, também, porque o Ben Laden não se deixava apanhar... - arvorou um ar displicente e mudou o rumo do discurso:
«Não sei onde está Ben Laden e não me interessa. Não é a nossa prioridade».

Logo a seguir, pressionado por incómodas perguntas, esclareceria, falho de memória e a pensar nas armas de destruição massiça do Iraque:
«Não me lembro de ter dito que não estava preocupado com Ben Laden».

Mais tarde, impotente face à resistência heróica do povo iraquiano, desdenharia assim:
«Ben Laden é um homem impotente refugiado numa gruta».

Agora, na Europa, pediu ao sempre rastejante lacaio britânico para o ajudar a lançar uma operação numas montanhas não sei onde, onde lhe disseram que se encontra, escondido, o Ben Laden...

Não sei se o Ben Laden está ou não nas tais montanhas, nem se a operação vai ou não por diante.
Mas permito-me deixar aqui um velho palpite meu sobre o local onde pode ser encontrado o terrorista das Torres Gémeas: o rancho de Bush, no Texas.

5 comentários:

samuel disse...

Agora perfeito, perfeito para o meu sossego é o facto de não ser proprietário de qualquer espécie de terreno, muito menos acidentado e com grutas, o que me coloca bem lá para o fim da lista de pessoas a quem esse débil mental pode vir chatear à "procura" de Ben Laden... senão acho que ainda seria bem mais "específico" sobre o lugar onde devia ir procurá-lo.

Abraço

poesianopopular disse...

És capaz de não estar, muito longe da verdade!

Antuã disse...

Se os aviões foram 2 como é que caíram 3 torres?!... e daquela forma?!... Não tenho dúvidas que o terrorista está no rancho do Texas.

Maria disse...

... e não é que tenho a mesmíssima opinião que tu?

O que ele queria era mesmo invadir o Iraque, ponto final. E agora nestes últimos seis meses de mandato ainda vai fazer mais m..da. Esperemos para ver....

Um beijo

Fernando Samuel disse...

samuel: já somos dois a não correr o risco de uma visita da cavalgadura. Em todo o caso, nunca se sabe: olha se o gajo sabe do Cantigueiro ou do Cravo de Abril...

josé manangão: não estou, não, camarada...

antuã: a história continua a estar muito mal contada...

maria: vais ver se um dia destes essa não é a grande notícia do dia...
Beijo amigo.