13 de Junho


Uma multidão oriunda de todo o país - militantes do Partido e simpatizantes, gente sem filiação partidária, membros de outras forças políticas, operários, empregados, estudantes, intelectuais - participou naquela que foi a maior cerimónia fúnebre alguma vez realizada em Portugal.
Tratou-se da homenagem profundamente sentida a uma vida de luta que teve como referência constante e principal a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo e do País - uma vida de revolucionário, feita de coragem, de dignidade, de verticalidade.
Tratou-se da homenagem a quem, ao longo de uma vida, desenvolveu uma actividade militante que teve como preocupação dominante e permanente a de, integrando o colectivo partidário, dar o seu contributo para fazer do Partido Comunista Português o Partido revolucionário que é.
Tratou-se da homenagem à coerência de quem fez da sua opção pelo ideal comunista uma opção de vida e a concretizou, exemplarmente, numa intervenção singular quer no longo e complexo processo de construção colectiva do PCP - do qual foi o mais relevante operário - quer na acção revolucionária do Partido, decorrente do conteúdo desse processo, desenvolvida ao longo de 75 anos.

Texto retirado do livro 85 Momentos de Vida e Luta do PCP, Edições Avante!

11 comentários:

Fernando Samuel disse...

«Fez da sua opção pelo ideal comunista, uma opção de vida».
O seu exemplo ficará para sempre nas nossas memórias.

Obrigado, João.
Um abraço grande.

Anónimo disse...

Foi há três anos e com o seu exemplo A LUTA CONTINUA!

Mário

salvoconduto disse...

Até amanhã camaradas!

Antuã disse...

A luta continua.

Maçã de Junho disse...

Foi um dos dias mais "especiais" da minha vida. Por todas as razões....
A luta Continua Sempre

"Ser comunista não consiste apenas em ter um objectivo político e lutar pela sua realização. Ser comunista não é apenas uma forma de agir politicamente. É uma forma de pensar, de sentir e de viver." In O partido com paredes de vidro

M de Junho

afonso disse...

-A Luta Continua!

poesianopopular disse...

Saibamos ser as dignas sementes do seu exemplo.
Obigado João, a luta é o caminho!
Abraço

samuel disse...

O exemplo que se recusa a ser "modelo" ainda é mais exemplo por isso. Enorme ser humano!

GR disse...

Três anos!
A semana mais triste e dolorosa de Junho.Um Junho profundamente triste.
A dor da notícia, a viagem sem fim, feita com tanta mágoa.
A “alegria” ao ver a mais bela e grandiosa homenagem.
O mais importante é que o exemplo ficou, a Luta Continuou.
Ontem, hoje e amanhã,
A LUTA CONTINUA!

GR

Sal disse...

Um dia que não esqueci nem esquecerei.

obrigada.

bjs

Maria disse...

Éramos tantos lá, e não estávamos todos....
Saudade.....

Obrigada, João