POEMA

(O Sonho é a nossa arma.)


Há quem julgue que nos venceu
só porque estamos para aqui, famintos e nus,
de novo sem terra nem céu,
a apanhar do chão,
às escondidas do luar.
os frutos podres caídos dos ramos.

Mas não.

Temos ainda uma arma de luz
para lutar:
SONHAMOS.

... enquanto os outros, os traidores,
sem lutas nem cicatrizes
entregam a terra ao rasto dos gamos
e douram os olhos dos velhos senhores
com voos de perdizes...

Sim, sonhamos.
E o sonho quem o derrota?
- mesmo quando vamos
perdidos na rota
de um barco sem remos
na tempestade de um vulcão.

Sim, camaradas, sonhamos.

SONHEMOS!

O Sonho é também acção.


José Gomes Ferreira

10 comentários:

Maria disse...

É este sonho que temos, enorme, que nos dá força para continuarmos, sempre, a luta!
Belíssimo poema do Zé Gomes.

Um beijo grande

poesianopopular disse...

O sonho é,a chama viva da revolução,ninguem no rouba o direito de sonhar.
Abraço

samuel disse...

Eles não sabem... nem sonham...

dona tela disse...

Desculpe, mas ando com pouca inspiração.

Bom dia para si.

Justine disse...

Se é acção! É o princípio da realização..
E que força, este poeta do ZGF!
Dás-me só mais um?

Ludo Rex disse...

Sonho é sempre acção...
Abraço

Hilário disse...

É o sonho que me faz ser o que sou,um comunista, que luta por uma sociedade mais justa onde não exista a fome a guerra e a exploração do homem por outro homem.

Ana Camarra disse...

José Gomes Ferreira é uma paixão que eu tenho, desde que li "As Aventuras de João Sem Medo".
Este poema é maravilhoso.

Beijos

Antuã disse...

E o sonho continua.

Anónimo disse...

È lindo este poema!
Sonhemos, então!

Alexandra