A OPINIÃO

A frase de Eduardo Barroso (EB) que ontem aqui publiquei - transcrita do Público - fazia parte de uma entrevista concedida por esse cavalheiro ao Sol.
Hoje dei uma vista de olhos pela referida entrevista e deparei com um conjunto de afirmações dignas de igual transcrição, de tal modo são reveladoras do estado político/mental do entrevistado.
Aqui ficam algumas delas:
EB considera que foi «fundamental o fecho das maternidades e dos SAP's» e acha que estas «reformas que estavam a ser iniciadas eram fundamentais» porque «eram a porta para outras reformas». Diz ainda que «Correia de Campos foi o melhor ministro de sempre. O mais sabedor e o mais corajoso».
Enfim, estamos conversados...

Afirmando-se «defensor da avaliação dos professores», EB avisou que «seria um erro trágico deixar cair a ministra. Simpatizo com ela. Não a acho arrogante. É determinada e simpática. Estou com ela a 100%».
Enfim, opiniões...

Perguntado sobre se gostaria de ser ministro da Saúde, EB respondeu: «Coitado de quem me convidasse. Sou políticamente muito incorrecto. Seria dramático para qualquer primeiro-ministro ter-me como ministro da Saúde. Não tenho dúvidas de que teria ideias fundamentais, só que não seriam realizáveis» - e rematou, fulminante: «O 25 de Abril foi um dos dias mais felizes da minha vida e tenho horror à ditadura, mas as minhas propostas só poderiam ser feitas em ditadura».
Enfim, a OPINIÃO...

10 comentários:

Crixus disse...

O homem não está nada bem ao achar a ministra Marilú simpatica. EB é aquele cirurgião que recebe à "peça" conforme as cirurgias que faz, tendo recebido 30000 euros o ano passado, deve ser por isso que gostava tanto de Correia de Campos.

Maria disse...

Na ditadura dele? A Marilu não é arrogante? É simpática?
O homem saberá português?
O homem passou-se...

Um beijo grande

Chalana disse...

Tudo bem, EB é um cabotino, mas não se esqueçam de quem ele é sobrinho (Mário Savimbi Soares... ou julgavam que o Savimbi não era da família..?)

E não se esqueçam, também, camaradas, que já é o 2º figurão (depois da manela Ferreira Leite) a fazer "piadas" sobre como ditaduras seriam óptimas pra por em marcha as ditas "reformas"...

Estamos ainda longe dum real perigo fascista, mas não se esqueçam, camaradas, que ontem foi em Atenas, mas amanhã será em Lisboa e que a resposta da burguesia europeia à luta dos trabalhadores fará, necessariamente, fazer cair a máscara da democracia que usam...

Um 2009 cheio de saúde, sonhos, realizações e muita luta: porque a luta só pode continuar!

P.C.P: ainda por cima, este gajo é so sporting!

GR disse...

Claro que foi fundamental o fecho das Maternidades e SAP’s.
As criancinhas começaram a nascer nas ambulâncias, nos automóveis de uma qualquer auto-estrada e claro em Espanha.
Quanto ao encerramento dos SAP’s, morrem mais depressa a 30 metros do Hospital, sem que ninguém os socorra, como aconteceu a semana passada!
Este EB, BE, enganei-me nas siglas?
Tentando não ser cínica, como no último comentário no post sobre este ser execrável, direi só; é um homem perigosamente de direita.

GR

samuel disse...

Como diria a poeta, "Um idiota é um idiota é um idiota é um idiota" (mesmo que seja um idiota "rosa") :-)))

Abraço

salvoconduto disse...

Fiquei esclarecido...

Anónimo disse...

É desta massa que se fazem os fascistas...
O homem, até a falar de futebol, é execrável!
Sobranceiro, sempre senhor único da razão...
Enfim, é daquelas figuras que dá vontade mandar à merda!

rui silva

Fernando Samuel disse...

Crixus: na verdade, nada parece estar bem no homem...
Um abraço.

Maria: ensandeceu...
Um beijo grande.

chalana: um 2009 cheio de lutas decisivas e... cuidado, eles andam por aí...
Abraço.

GR: é um típico «ps»...
Um beijo.

samuel: neste caso uma rosa «rosa»...
Um abraço.

salvo conduto: pois...
Um abraço.

rui silva: é uma ideia...
Um abraço.

Ana Camarra disse...

Fernando Samuel

Eu sou muito democrata desde que seja eu a mandar!
è mais ou menos isso?! não é?

Só para eu perceber!

beijo

Fernando Samuel disse...

Ana Camarra: exactamente!
Um beijo.