INVESTIGAÇÕES EM CURSO

Volta aos jornais o nome de Carlos Horta e Costa que foi presidente da anterior Administração dos CTT.
Infelizmente, as actuais notícias não dizem respeito à investigação em curso sobre alegadas irregularidades praticadas pela dita Administração, designadamente as peripécias em torno da venda de uma casa em Coimbra a que aqui fiz alusão há uns tempos atrás.
Estas investigações são sempre lentas, lentas, lentas... Por isso há por aí tantas, tantas, tantas investigações em curso...

Desta vez, o nome de Horta e Costa aparece ligado a mais um acto de gestão no mínimo duvidoso, levado a cabo, em tempos, pela Administração dos CTT por ele presidida.

A história é interessante e, à primeira vista, parece ser uma ramificação de outras histórias conhecidas.
Senão vejamos: contra um parecer interno e aceitando como bom o parecer de uma empresa a cujos serviços recorreu, a Administração dos CTT adjudicou a essa empresa um contrato de fornecimento e manutenção de uma série de viaturas.
Ora, ao que parece, a proposta escolhida envolvia mais dois milhões de euros do que a que foi preterida...
Acresce que a empresa em questão - que integra o Grupo BPN/SLN - é uma empresa da área da informática, nada tendo a ver com compra e manutenção de viaturas...
Acresce, ainda, que a dita empresa do BPN/SLN foi criada no dia a seguir àquele em que a Administração dos CTT - presidida por Horta e Costa - tomou a decisão de abrir o processo para a aquisição das viaturas.

Como se vê, estamos perante uma sucessão de curiosas coincidências... que, certamente, irão ser investigadas por quem de direito.
Quanto aos resultados dessa investigação, ou muito me engano ou nunca chegaremos a ter conhecimento deles.
Aguardemos.

Mas entretanto intensifiquemos a luta contra a política de direita, pois só derrotando-a e substituindo-a por uma política de esquerda, é que acabaremos com esta pouca vergonha.

7 comentários:

samuel disse...

Alguém quer apostar que ninguém sabia de nada, ninguém ouviu falar de nada...

poesianopopular disse...

É mesmo como dizes uma grande pouca vergonha, gentalha mais descarada, nunca se viu!
Abraço

Antuã disse...

Nunca se sabe de nada. Só os trabalhadores é que são os responsáveis das desgraças do país.

Maria disse...

Pois é, a questão é mesmo essa: pode mandar-se investigar o que quer que seja, nunca saberemos os resultados dessa investigação...
... e depois os responsáveis nunca souberam de nada, nunca foram informados de nada...
Que raio de País...

Um beijo grande

Anónimo disse...

Acerca do último parágrafo; olha, camarada, cada vez se vai tornando mais difícil. Esta cambada de ladrões autorizados, engravatados, emproados, urdiu uma teia durante 32 anos que... só mesmo à trolitada!
rui silva

Ana Camarra disse...

Coincidências, só e apenas!

beijos

Fernando Samuel disse...

samuel: eu não aposto...
Um abraço.

poesianopopular: uma cambada.
Um abraço.

Antuã: os trabalhadores são os grandes culpados de todos os males...
Um abraço.

Maria: tantas investigações a aguardar conclusão...
Um beijo grande.

rui silva: e com muita luta.
Um abraço.

Ana Camarra: a vida está cheia de coincidências...
Um beijo.