POEMA

«NÃO VALE A PENA PISAR»


O capim não foi plantado
nem tratado,
e cresceu. É força
tudo força
que vem da força da terra.
Mas o capim está a arder
e a força que vem da terra
com a pujança da queimada
parece desaparecer.

Mas não! Basta a primeira chuvada
para o capim reviver.

Manuel Rui

5 comentários:

samuel disse...

Eu não disse?
Grande Manuel Rui!
Grande noite!...

Fernando Samuel disse...

samuel: disseste, pois.

poesianopopular disse...

É uma constactação "CALOR" precisa-se, mais calor, para que a chuva ajude a terra, a cumprir a sua missão!
Abraço

Sal disse...

Bonito poema.
Soube-me bem lê-lo agora.

beijinhos

Fernando Samuel disse...

josé manangão: dia 5 de Junho vamos dar mais «calor» à nossa luta...
Abraço.

sal: ainda bem... bom fim de semana na Galiza.
Beijo amigo.