FUNDAMENTALISMOS

O bastonário da Ordem dos Advogados, Marinho Pinto, anda preocupado com os fundamentalismos.
Podia andar preocupado com outros ismos, mas não: são os fundamentalismos que o preocupam.

Pronunciando-se sobre a lei da violência doméstica, o bastonário classifica-a de «fundamentalista». Porquê?
Porque a lei considera a violência doméstica um «crime público» - e ele acha que não é;
e porque, de acordo com a dita lei, as mulheres não podem, e ele acha que deviam poder, «desistir da acusação contra agressões do companheiro quando quisessem».

São muitas e fortes, como se vê, as razões do bastonário para considerar a lei fundamentalista...
Acresce que, segundo o inspirado bastonário, nestes casos de violência doméstica, «a vítima não quer justiça, quer vingança» - o que o deixou à beirinha de acusar de fundamentalistas todas as mulheres que se queixam das «agressões do companheiro»...

Sobre as «17 mulheres mortas pela violência doméstica no primeiro trimestre deste ano», o bastonário não se pronunciou.


Para o bastonário, também o skinhead Mário Machado estava a «ser vítima de uma interpretação fundamentalista da lei».
E tanto o incomodava a injustiça de que o pobre rapaz estava a ser alvo, que achou por bem ir visitá-lo à prisão - e, certamente, manifestar-lhe a sua solidariedade antifundamentalista...
Agora que a «vítima« foi libertada, o bastonário aplaudiu e veio a público congratular-se com a libertação - que constitui, obviamente, uma derrota do fundamentalismo...

6 comentários:

poesianopopular disse...

Só faltava o sr, Bastonário, já nos chegava o desgoverno, para chamar aos outros aquilo que ele é!
Será que o homem não tem mulheres na família, para lhe dizerem que as mulheres não são tão vingativas, como ele pensa!
Ou será que isto é moléstia que está a atacar os pirilampos!
Manangão

samuel disse...

A minha "consideração" por este bastonário já viu melhores dias...

zambujal disse...

Boa chamada de atenção. Talvez fundamentalista para o (mau) gosto do sr. bastonário.
Mas essa das mulheres se queixarem da violência doméstica por vingança (as que o fazem antes de ser assassinadas... domesticamente)não é de bastonário, é de "cabo de esquadra" (com o devido respeito pelos "cabos de esquadra") e só ao nível do "protegido" do sr. bastonário que anda por aí à solta.

Fernando Samuel disse...

josé manangão: «moléstia dos pirilampos»: é capaz de ser isso...

samuel: acredito...

zambujal: claro, sem ofensa para os cabos de esquadra...

GR disse...

Este Bastonário é a cereja em cima do bolo para o PS!
Desrespeita a Mulher!
Gosta da extrema-direita!
Despreza a Constituição da República Portuguesa.

caso contrário Mário Machado estaria de onde não deveria ter saído. Na prisão.

O PS irá compensá-lo, todos nós sabemos. Marinho Pinto também.

GR

Maria disse...

Oxalá ele não se arrependa do que anda a dizer... e a fazer...