POIS

A decisão de José Sócrates de convocar reuniões de todos os órgãos dirigentes do PS - a começar pela Comissão Nacional - parece estar a provocar algumas reacções negativas.
Quem já se insurgiu contra esta frenética convocação de reuniões foi Pedro Baptista, membro da comissão distrital do Porto e ex-deputado.
Diz ele que «o PS não é propriamente um rebanho que avança quando os sinos tocam a rebate só porque o líder está a passar um momento difícil»...
Ou seja: quando está em dificuldades, o líder convoca reuniões; quando o líder está bem, não há reuniões para ninguém.
E Pedro Baptista dá um exemplo: o órgão máximo do partido, «a Comissão Nacional não reune há 9 meses».

Deixando sem comentário o toque a rebate para chamar o rebanho quando o pastor está à rasca - que é problema interno do partido de Soares, Guterres, Sócrates, etc - colocam-se-me duas questões:
1 - como é que um partido pode funcionar mantendo inactivo durante 9 meses o seu órgão directivo máximo?
2 - que conceito de funcionamento interno democrático vigora em tal partido?

Quanto à primeira questão: é óbvio que , em tal partido, o órgão directivo máximo é um pró-forma, um faz-de-conta, e que quem manda é o líder, o chefe.
Quanto à segunda questão: apague-se a palavra «democrático» e a resposta está dada.

Recorde-se: foi este PS que - de braço dado e aos beijinhos com os seus colegas PSD e CDS/PP - fizeram aprovar uma lei dos partidos que visa obrigar o PCP a adoptar normas de funcionamento interno iguais às deles - ou, como eles dizem: obrigar o PCP a «democratizar-se»...

Pois.

10 comentários:

GR disse...

Não é um rebanho de carneiros? Isso pensa o P.B..
É natural não reunirem há quase um ano. Na minha terrinha de 4 em 4 anos juntam-se numa boa sala de Hotel, um dos magníficos de Lx fala e depois vão todos para o beberete.
Sabem eles o que é trabalho partidário, democracia interna,…
Tão amigos são nos bastidores PS/CDS/PSD.
Anticomunistas é o que eles são!
Pois!

Bjs,

GR

Antonio Lains Galamba disse...

sim chefe... ahahahahahahahahahahahah

abraço chefe. ahahahahahahahah

Graciete Rietsch disse...

Sim,mas nós é que recebemos ordens de cima segundo esses excelsos democratas. Saberão eles o que é centralismo democrático?
Um beijo.

Maria disse...

Subscrevo o comentário do António Lains Galamba, com gargalhada e tudo.

Um beijo grande. A sério.

samuel disse...

É a confiança cega... deu nisto! :-)))

Abraço.

Antuã disse...

Eles lá sabem o que é a democracia!....

poesianopopular disse...

É mesmo só para rir - com democratas destes, só é possivel chegar mais longe - na desgraça!
Abraço

Anónimo disse...

Assunto: Comunicado dos Vereadores Socialistas



VEREADORES SOCIALISTAS DA CÂMARA DO SEIXAL ACUSAM PRESIDENTE DE MENTIR QUANTO A ARQUIVAMENTO DO PROCESSO QUE CORRIA CONTRA SI NO TRIBUNAL DE CONTAS



A imprensa tornou público que o Senhor Presidente da Câmara Municipal do Seixal Alfredo Monteiro, com vista a por termo a um processo que corria contra si nos serviços do Ministério Público junto do Tribunal de Contas, pagou uma coima de cerca de €:1.500,00, referente a duas infracções financeiras por violação de regras da contratação pública. A referida multa foi paga em 26/10/2009, tendo o Presidente da Câmara afirmado em diversas Sessões de Câmara posteriores aquela data que o processo tinha sido arquivado por não terem sido cometidas as ilegalidades apontadas no Relatório da Inspecção de Finanças.

O Senhor Presidente da Câmara tendo pago voluntariamente a multa reconheceu ter praticado as ilegalidades referenciadas no relatório da Inspecção Geral de Finanças e mentiu à Vereação querendo-lhes fazer crer que não tinha cometido nenhuma ilegalidade.

Os Vereadores do Partido Socialista repudiam a falta de seriedade demonstrada e manifestam grande preocupação pela forma como está a ser gerida a Câmara Municipal. Querem saber se as ilegalidades de natureza financeira, que vinham sendo cometidas ao longo de vários anos, pelo menos desde 1996, foram já corrigidas e em que termos.

Mais afirmam os Vereadores Socialistas que o argumento utilizado pelo Senhor Presidente da Câmara para justificar as verbas pagas a uma prestadora de serviços, como tendo sido executado trabalho suplementar em praticamente todos as sábados, domingos e feriados entre os anos de 2003 a 2007, à razão de 10h por dia, além de ser falso, é bem demonstrativo dos artifícios utilizados para contornar a lei.

Os Vereadores do Partido Socialista exigem boas práticas de gestão na Câmara Municipal e repudiam estas práticas gestionárias manifestamente violadoras dos mais elementares princípios de legalidade, transparência e equidade na forma como são remunerados alguns colaboradores, numa clara situação de favorecimento.

Os Vereadores Socialistas questionam se desta vez o Partido Comunista vai ignorar o que se passa na Câmara do Seixal ou, se pelo contrário, vai dizer a Alfredo Monteiro que se deve demitir dando lugar ao seu Vice-presidente.





Samuel Cruz

Fonseca Gil

Helena Domingues

joão l.henrique disse...

É a democracia desses peésses,o chefe entra em sena e diz: Quem manda sou eu.
Abraço

Fernando Samuel disse...

GR: eles são, segundo eles, os campeões da democracia...
Um beijo.

António Lains Galamba: ahahahahaha...
Abraço grande.

Graciete Rietsh: fogem do centralismo democrático como o diabo da cruz...
Um abraço.

Maria: ah!ah!ah!...
Um beijo grande.

samuel: que o barranco esteja já ali, é o que lhes desejo...
Um abraço.

Antuã: ó se sabem!...
Um abraço.

poesianopopular: é assim que se constrói a democraCIA.
Um abraço.

joão l.henrique: o chefe é que sabe, o chefe é que manda...
Um abraço.