O ÁS DE TRUNFO

A «GUERRA» E AS «PAZES»


«Fizeram as pazes»
: anuncia o Sol, referindo-se a José Sócrates e Manuel Alegre.
A «guerra» - segundo o mesmo Sol - tinha sido declarada quando do comício Alegre/BE no Trindade - «guerra» estranha, já que desde logo se revelou de enorme utilidade quer para Sócrates e Alegre (portanto, para o PS), quer para o BE.

Na altura, escrevi que um dos objectivos de Alegre ao participar e intervir nesse comício, era o de procurar impedir que os votos dos eleitores do PS descontentes com a política do Governo se deslocassem para o PCP/CDU - ou que, se houvesse deslocações de voto, elas fossem para o BE (o que, para o caso, era o mesmo que ficarem em casa...)
A realidade veio agora confirmar essa análise.

Diga-se, entretanto, que a utilidade para o PS da «guerra do Trindade», foi também sublinhada por um dirigente do PS quando afirmou que «a Sócrates também convém que haja alguma oposição interna» - ó se convém! E o Alegre que o diga, pois anda nisto há décadas...

Pela notícia do Sol ficamos a saber que, após o comício, os dois «guerreiros» se encontraram já por duas vezes - quem se quer bem sempre se encontra, não é verdade? - e que tais encontros se revelaram altamente produtivos: os homens fizeram as «pazes», Sócrates veio a público produzir declarações lisongeiras sobre Alegre e Alegre retribuiu, vindo a público solidarizar-se com Sócrates face à crítica que a SEDES fez ao Governo...

Então, essa «guerra» e essas «pazes» começam agora a mostrar a sua utilidade e apresentam os seus primeiros resultados concretos que o Sol divulga:
são grandes as hipóteses de Alegre voltar a candidatar-se à Presidência da República, mas desta vez com o apoio de Sócrates - portanto, do PS.
E agora digam lá se o comício de esquerda no Trindade foi ou não foi uma grande jogada deles todos: Sócrates, Alegre, PS e BE?

Por tudo isto, o Sol coloca Alegre no topo ascendente do seu Sol&Sombra - que é uma rubrica na qual aquele semanário, seguindo a opinião do inevitável JAL, elege os melhores e os piores da semana.
Para JAL, a hipótese de uma candidatura de Alegre apoiada pelo PS - e não só, já que «o poeta sonha ser apoiado por toda a esquerda em 2011» - constitui um inegável êxito.

Mas mais e mais importante do que isso: o anúncio dessa possível candidatura «é uma caução de esquerda para o partido estancar o derrame de votos para o BE e o PCP nas várias eleições de 2009».
Como se vê, razões, e muitas, tem JAL para considerar Alegre o «ás de trunfo do PS» - e, portanto (isto digo eu), um ás de trunfo da política de direita.

16 comentários:

samuel disse...

Vejo que também cometeste a compra do "sol"...
Estes analistas são hilariantes. Quando o PCP, ou alguém a ele ligado comenta algum acontecimento, como por exemplo, "a batalha do Trindade", ai jesus, lá estão eles, é sempre a mesma coisa, ai que feio ser sectário. Passados uns tempos, quando já toda a gente viu que o que se disse era verdade, aparecem com ar professoral, a "analisar".
É assim como que uma espécie de prognósticos no fim do jogo...

Abraço

Antonio Lains Galamba disse...

é de fazer chorar as pedras, a desvergonha ... ainda haverá alguém, na sua perfeita lucidez, com duvidas de que para que serve o BLOCO???????!!!!???

Anónimo disse...

Como o Bloco sabe que nunca chegará ao poder e nao ganha as presidenciais então aproveitará a boleia dos socialistas. O PCP se for esperto tambem aproveita porque sabe que o seu candidato nao ganha as eleiçoes em 2011. Cá pra mim vai ser o desfecho: PS+PCP+BE=Alegre vs PSD=Cavaco

J.Z.Mattos

Chalana disse...

J.Z. Matos:

A linha política do PCP não é determinada por "espertezas" - para fazer o papel de "chicos espertos" estão cá outros.

A discussão sobre as presidenciais de 2011 será feita na altura devida, mas quando no passado o PCP apresentou os seus candidatos - mesmo sabendo que "não ganhavam" - fazia-o para, aproveitando o momento eleitoral, apresentar e defender o seu projecto de mudança do país à esquerda.

maria teresa disse...

Só tive conhecimento deste blogue no dia em que deixei a 1ª intervenção,o seu apreço pela poesia agradou-me imenso. Peço desculpa por repetir poesias que aqui já foram publicadas, mas não tenho muito tempo para ler o "passado".
Espero que esta ainda aqui não tenha sido revelada, embora seja um "clássico".

NEVOEIRO
"Nem rei nem lei, nem paz nem guerra,
Define com perfil e ser
Este fulgor baço da terra
Que é Portugal a entristecer
Brilho sem luz e sem arder,
Como o que o fogo-fátuo encerra.

Ninguém sabe que coisa quer.
Ninguém conhece que alma tem,
Nem o que é mal nem o que é bem.
(Que ânsia distante perto chora?)
Tudo é incerto e derradeiro.
Tudo é disperso, nada é inteiro.
Ó Portugal,hoje és nevoeiro...

É a Hora!

Fernando Pessoa

Crixus disse...

O Manuel Alegre poderá ser um ás de trunfo da politica de Socrates, e do seu atrelado radicaleiro(BE), tanto mais que passa a maior parte do tempo escondido na manga ou fazer bluff. Mas folgo em saber que estão todos em paz novamente PS+BE+Manuel Alegre = politicas de direita. Foram feitos uns para os outros...

Maria disse...

Para quem tivesse (ainda) ilusões sobre o MA ou o BE o Sol põe a nú o que foi "cozinhado" entre todos.
A tua análise é excelente (como é hábito).
No entanto há que estarmos muito atentos aos discursos de Louçã e Cia. pois ainda neste fim de semana ele "criticou violentamente" Sócrates... há que desmontar isto tudo...
Espero pelo MEU jornal na quinta feira.

Um beijo grande

Maria disse...

Li agora o comentário do Samuel, e lembro-me que de facto foi como ele diz, cairam todos em cima de nós, sectários etc, o PCP não aceitou participar o comício do Trindade....
700 pessoas? Mas nós fazemos algum comício no Trindade? E andamos a reboque de alguém?

Não posso deixar de sorrir com as palavras do Samuel.... Rir faz bem...

Abreijos (um para o Samuel!)

Antuã disse...

o Visconde de águeda é mesmo um Chico esperto. Todavia, nós já lhe conhecemos a manha. que vá pastar para outro lado porque aqui o ervicida anti-alegre já actuou.

poesianopopular disse...

O facto de nos chamarem de sectários, tem a finalidade unica de disfarçarem, os seus desvios cada vez mais para a direita!
É uma questão de tese e anti-tese!

linhadovouga disse...

Olha, a confessarem o golpe (que já conhecíamos) antes dos resultados!
Divulguemos a confissão, para que ninguém caia na esparrela.

zambujal disse...

Tudo isto tem de servir para se verem estas manobras de personalidades a nível institucional no quadro da luta de massas, das batalhas lentas, duras, constantes, sem tréguas, para a tomada de consciência, para as mudanças reais, para a revolução. O que aqui trazes é imprescindível para a desmistificação e, também, para lembrar que a nossa luta é outra... embora tenhamos de estar muito atentos a este nível de intervenção política!

Anónimo disse...

"Projecto de mudança do país à esquerda"? Mas isso é o que em todas as eleições dizem. Nao ha nenhuma que nao me lembre dos do PC dizerem isso. O resultado está á vista. o PC nao passa dos 10%. logo a maioria do povo nao quer o vosso projecto. vamos a ver em 2009 e 2011

J.Z.Mattos

P.S. Concordo com o Zambujal acho que existe "manobras de personalidades a nível institucional"

Fernando Samuel disse...

samuel: pois cometi... mea culpa... só nos resta aguardar e ver se (desavergonhadamente) se calam mesmo ou se (desavergonhadamente)estão a preparar outra nova peça do mesmo quilate...
Abraço.

antonio lains galamba: só aqueles cuja profissão é «ter dúvidas«...
Abraço.

J.Z. Mattos: o PCP é «esperto»...
Volte sempre.

chalana: ora aí está...
Um abraço.

maria teresa: não peça desculpa: mande-nos poesia...
Pessoa, pois claro: este ainda cá não tinha vindo. Obrigado)

crixus: são produto da mesma forma...
Abraço.

maria: Essa é a grande (a única?) especialidade dos louçãs de todos os tempos.
E rir faz muito bem...
Um beijo.

antuã: estes viscondes precisam ser desmascarados.
um abraço.

josé mamangão: é uma forma de esconderem o que eles são...
Abraço.

linhadovouga: aí está uma síntese perfeita.
Um abraço.

zambujal: ... a nossa luta é outra: a nossa luta não é deste sistema: é contra ele.
Um abraço.

Miguel Jeri disse...

Muito boa análise, concordo nos pontos principais, e particularmente sobre a importância do Alegre para a retenção de votos no PS actual.

Um abraço camaradas.

Fernando Samuel disse...

miguel jeri: obrigado pela visita.
Um abraço, camarada.