POEMA

MAIS TARDE SIM


Escreverei mais tarde
simples poemas claros
e falarei das aves
sem sofisma.

Escreverei mais tarde
de navios, lagunas,
das tuas roupas soltas
manchadas de luar...

Escreverei mais tarde
saudades da infância
e de pedras e rosas
sem dúbios sentidos.

Escreverei mais tarde
de um anel muito simples
e das tardes plenas
em que o amor se inscreve.

Mas agora deixai-me
chorar sobre estas lágrimas.


Egito Gonçalves

11 comentários:

samuel disse...

... e escrever sobre coisas tão menos poéticas, tão menos bonitas... mas tão urgentes!

Abraço

poesianopopular disse...

Todo o guerreiro tem direito, ao seu momento de descanso.
Já foste ao "ceira-me a revolução? Desde a Festa até hoje 3.ooo vizitas, clika em "Quem somos"para veres e se quizeres vais para a lista, penso que era uma mais valia para o blog, pensa nisso e diz-me, OK.
abraço

Justine disse...

Tão belo, tão belo, tão belo. Agora, sim!

Ana Camarra disse...

O poema é belo.
Sem querer ter pretensões eu a mim, sai-me tudo, na minha forma de escrever, as lágrimas, os risos, as recordações, as indignações e os amores...
Fraquito, mas em catadupa.

beijo

Fernando Samuel disse...

samuel: menos poéticas, menos bonitas... mas das quais os poetas insistem - teimosos que são - em fazer Poesia...

Um abraço grande.

Fernando Samuel disse...

poesianopopular: já lá fui, gostei e vou voltar...
Um abraço grande.

Fernando Samuel disse...

justine: belíssimo, não é?

Um beijo amigo.

Fernando Samuel disse...

ana camarra: «fraquito»?: isso dizes tu - mas, isto digo eu: que dá gosto ler.

Um beijo grande.

maria teresa disse...

PARA LÁ DAS ESTRELAS

Fixei-me numa estrela,
Brilhando no firmamento,
À procura dos teus olhos,
Perdidos no tempo...

Deixei-me levar,
Pela brisa do vento,
Saboreando a noite,
Perdida no tempo...

Uma nave cruzou o céu,
Depois outra sempre em movimento,
E a estrela ali estava,
Perdida no tempo...

Tentei reagir,
No meio do céu cinzento,
Mas com a estrela fiquei
Perdida no tempo...

Ilda Ivo

Maria disse...

Ficava aqui a ler e reler este poema o resto da noite...
É uma beleza...
Obrigada.

Um beijo grande

Fernando Samuel disse...

maria teresa: obrigado por mais este poema que eu não conhecia - a confirmar que «Potugal é um país de poetas»...
Um beijo amigo.

maria: Egito Gonçalves é um dos muitos poetas silenciados...
Um beijo grande.