POEMA

CANÇÃO DO PEDAÇO DE ESPERANÇA


Sou operário da pena.
Outros o são da enxada,
do martelo.

Que cada um crie
com a sua ferramenta um pedaço
de esperança.

Jesus Lopez Pacheco

10 comentários:

Ana Camarra disse...

Bom, muito bom, simples e conciso e com siso também...

beijocas

CRN disse...

Cada qual com a sua arte, cada qual com o seu oficio.

Fernando Samuel disse...

ana camarra: um beijo.


crn: nem mais...
Um abraço.

poesianopopular disse...

Tão simples que até parece fácil.
Abraço

Justine disse...

Tão verdadeiro, este poeta Pacheco que eu não conheço - mas vou conhecer...:))

samuel disse...

Canto a isso! :-)

Abraço

utopia das palavras disse...

Que cada um cave com as suas próprias mãos, uma pequena semente e que esta seja...o nosso futuro.
Tenho esperança!

Um beijo, amigo
Ausenda

Maria disse...

Tão claro, tão verdadeiro...
Tentando fazer sempre a minha parte, deixo-te um beijo grande

Hilário disse...

Fernando,
Todos juntos faremos com que um dia seja possivel viver numa sociedade mais justa.

Esta é a minha grande esperança.

Um Abraço

Fernando Samuel disse...

poesianopopular: é verdade, mas sabemos como é difícil escrever o fácil...
Um abraço.

justine: e vale a pena, garanto-te...
Um beijo.

samuel:... e cantas bem, muito bem.
Um abraço.

utopia das palavras: ...a mostrar que somos nós que construímos a esperança...
Um beijo amigo.

maria: tudo simples e belo... como o beijo grande que retribuo...

hilário: a tua esperança, a nossa esperança, a nossa certeza...
Um abraço, camarada.