POEMA

UM HOMEM SÓ NO SEGREDO


Um homem só no segredo
sabe um segredo profundo:
nunca está só nem tem medo
quem ama os homens e o mundo.


Carlos Aboim Inglês
(Poema escrito com um prego na parede de um segredo das casamatas de Caxias, em Dezembro de 1959)

8 comentários:

Ludo Rex disse...

Um testemunho de luta, mesmo no cárcere.
Abraço

Ana Camarra disse...

Tive o privilégio de o conhecer.
Grande homem, junto com outro que privei de muito perto, que muito me influenciou e de quem tenho imensas saudades, Blanqui Teixeira.

Até sempre camaradas

Obrigado, Fernando Samuel

Justine disse...

Comovente!

GR disse...

As lágrimas quase não me deixam ler.
Como podemos nós deixarmos de lutar?

GR

CRN disse...

Muito bem!

poesianopopular disse...

Foi duro, ser comunista, e continua, de maneira diferente, mas... o aço, é aço!
Abraço camarada

samuel disse...

O famoso "segredo", onde se descobriram tantos segredos do tamanho do mundo...

Fernando Samuel disse...

ludo rex: a força das convicções e dos ideais.
Abraço.

ana camarra: a melhor homenagem que lhes podemos fazer é continuar a luta...
Beijo.

justine: ... e forte...
Beijo.

gr: não podemos nem deixaremos...
Beijo.

crn: a luta continua.
Abraço.


poesianopopular: é duro ser comunista orque é duro o objectivo de transformar a sociedade...
Abraço.


samuel: o isolamento total, em que o preso ficava «apenas» com os seus ideais...
Abraço.