POEMA

DESPERTAR


É um pássaro, é uma rosa,
é o mar que me acorda?
Pássaro ou rosa ou mar,
tudo é ardor, tudo é amor.
Acordar é ser rosa na rosa,
canto na ave, água no mar.

Eugénio de Andrade

7 comentários:

samuel disse...

Quando acordar é mesmo acordar...

dona tela disse...

Foi hoje a minha rentrée!

Beijinhos.

poesianopopular disse...

E de esquerda no Partido Comunista Português!

Ana Camarra disse...

Olha um dos meus poetas favoritos!
è sempre tão booooom

beijo

Justine disse...

Ah poesia inesgotável...

Sal disse...

Acordar...
ou não "adormecer"...
bjs

Fernando Samuel disse...

samuel: são estes «acordares» que me fazem... sonhar...
Um abraço.

dona tela: rentrée divertida...
Um beijo.

poesianopopular: de esquerda, pois claro...
Um abraço.

ana camarra: e dos meus...
Um beijo.

justine: Eugénio inesgotável...
Um beijo.

sal: ou... sonhar...
um beijo.