LAVAR A ROUPA SUJA EM FAMÍLIA?

Ontem, Domingo de Ramos, na «homilia proferida perante dezenas de milhares de pessoas, o Papa Bento XVI disse, a dada altura:
«Deus dá a força que permite ao homem não se deixar intimidar pelos murmúrios das opiniões dominantes. O homem pode escolher entre seguir Jesus ou juntar-se ao lamaçal da mentira e da indecência».
Ou muito me engano ou, com isto, o Papa vem juntar-se ao coro dos que vêem nos múltiplos casos de pedofilia em que estão envolvidos vários padres e bispos uma «campanha negra» contra a Igreja Católica...
Se assim é, melhor fora que Bento XVI, em nome da verdade e da decência, estivesse calado.

A seguir, o Papa - que é acusado de ter encoberto casos de pedofilia - rezou em português «pelas crianças e por aqueles que têm o dever de as proteger»...
Cai sempre bem rezar pelas crianças, e ainda mais quando, como agora, a cada dia que passa, surgem mais pessoas a denunciar casos de abusos de que foram vítimas: na Alemanha, na Áustria, na Suíça, na Holanda, na Itália, na Espanha... em Portugal.

Também ontem, sensivelmente à mesma hora em que o Papa rezava pelas crianças em Roma, em Portugal, o cónego António Ferreira dos Santos dava um concerto no Santuário de Fátima.
E quem é este cónego?: é uma das «grandes figuras da música sacra portuguesa», tendo já composto «mais de mil cânticos religiosos»; é professor de música sacra na Universidade Católica; em 1996 deu um concerto para o então Presidente da República, Jorge Sampaio, que o condecorou com a Ordem do Infante D. Henrique; foi provedor da Santa Casa da Misericórdia do Porto, etc, etc, etc.

Há cerca de dois anos, o cónego António Ferreira dos Santos foi acusado de abusos sexuais de menores - coisa que ele, naturalmente, nega.
Por seu lado, o queixoso diz que, além dele, outros rapazes foram vítimas de abusos por parte do cónego - o qual, naturalmente, nega.
Entretanto, o queixoso juntou ao processo uma série de fotografias do acusado, em algumas das quais o cónego aparece nu - o cónego nega-se?: desconheço...


Este cónego está incumbido de compor as músicas que serão tocadas no decorrer das três missas que Bento XVI virá celebrar a Portugal.
Missas nas quais o Papa, certamente, vai rezar «pelas crianças e por aqueles que têm o dever de as proteger».
Missas que serão abrilhantadas por três peças musicais do cónego António Ferreira dos Santos.

Será a isto que eles chamam «lavar a roupa suja em família»?

14 comentários:

Maria disse...

Não sei se lavam a roupa. Mas lá que fica tudo em família... fica.
E que rica família!

Um beijo grande.

do zambujal disse...

Até é capaz de ser boa a música que ele compõe. Deveria era compô-la na cadeia, ou internado para cura num estabelecimento de saúde.
Quanto ao Papa lavar roupa suja, acho que nem em família tanta ela é e tão porca está. Só uma lavandaria industrial.

Um abraço

joão l.henrique disse...

Pelo anunciado há por esse mundo fora infelizmente, muitos casos Casa Pia.

Um abraço

Antuã disse...

isto é gente muito piedosa

Anónimo disse...

São os caminhos da fé que, pelos vistos, fazem sempre levantar qualquer coisa.
Perdoem-me a brejeirice barata, mas não me ocorre outra coisa ao passar por aqui.

;-)

MR

Por Justiça disse...

"brejeirice barata"?
ahahah, como se isso nao fizesse parte do ADN comum aos comunistas para manipulação de informação e troça dos outros.

Graciete Rietsch disse...

E eu, que não sou religiosa, até o apreciava pela maravilhosa música que compunha. Uma vez fomos com a Universidade Popular visitar a Igreja da Lapa e ele quase deu um concerto de órgão só para nós.
Não posso conceber tanta infâmia.
Como é possível?

Um beijo.

Anónimo disse...

Quem é o queixoso cadastrado que lançou esta suspeição? É que o Padre visado toda a gente conhece!

Anónimo disse...

É impressionante como as pessoas gostam de falar mal dos outros:um diz esfolem e os outros todos matem...Porque é que não falam com as centenas de pessoas que conhecem o Cónego e que podem relatar que se trata de uma pessoa íntegra e respeitável? Pensem antes de falar mal!

Anónimo disse...

Pensem antes de falar... mas pelo sim pelo não, se tiverem filhos pequenos não os deixem ir à missa...

ehehe

samuel disse...

Como sugere o do Zambujal... as cadeias estão necessitadas de uns agrupamentos musicais...

Abraço.

Fernando Samuel disse...

Maria: é uma família muito especial...
Um beijo grande.

do zambujal: lavandaria industrial e espiritual...
Um abraço.

joão l.henrique: cambada dessa é o que não falta.
Um abraço.

Antuã: a piedade está-lhes no sangue...
Um abraço.

MR: um abraço.

Graciete Rietsch: um beijo.

anónimo: obrigado pela visita.

anonimo: obrigado pela visita.

anónimo: à cautela...
Um abraço.

samuel: ora aí está...
Um abraço.

Anónimo disse...

Espanta-me que se façam acusações sem provas. Tanto quanto se sabe as queixas contra este senhor foram retiradas e o tal jovem, vítima de abusos, foi condenado a cumprir serviço comunitário. Vale tudo, não é? Tenha vergonha!! E mais do que isso, informe-se melhor! Haja paciência para aturar estas palermices!

E antes que me acusem disto e daquilo, declaro que não professo qualquer religião, que não sou anti-comunista, nem nada que se pareça! Deixem essa arrogância de lado! Se os católicos não têm qualquer superioridade moral, vocês também não!

Anónimo disse...

que quereis? os anjos não têm sexo, não comem, logo...
a vida é muito dura para o sacerdote!
e os comunas também comem meninos!
Porque terão de tratar os clerigais individuos de forma diferente?
queremos igualdade de direitos! queremos meninos só pra nós!
......eu dava era com um pau de marmeleiro nas costas a essa corja de batina!
abraço com fé em dias melhores.