POEMA

PAREDES ALTAS...

Paredes altas, ou baixas,
estacarias, tapumes, redes de arame,
grades,
meros marcos, cães de guarda,
sinais de posse,
quando acabareis?
Quando acabarás, cobiça?
Quando acabarás, satisfação reles
e ostentosa
de explorar os outros?

Armindo Rodrigues

4 comentários:

poesianopopular disse...

Quem melhor que o Armindo Rodrigues, para saber as respostas?

samuel disse...

Se tivesse a resposta...
Assim, tem que ir por tentativas e sem desafinar muito, "with a little help from my friends", como cantavam os de Liverpool.

Maria disse...

Há gente que nem na hora da morte toma consciência do que andou a fazer....
Belo poema, obrigada.

Um beijo grande

Fernando Samuel disse...

josé manangão: respostas que levam tempo a... concretizar...

samuel: esses «miúdos» cantavam muitas verdades...

maria: como alterar isso?: eis a questão...
Um beijo grande.