NO PELOTÃO DA FRENTE

Segundo o Eurobarómetro da Comissão Europeia, «71% dos portugueses tem dificuldades em pagar as contas no final do mês».
Esta percentagem coloca Portugal num honroso 2º lugar europeu e é mais uma confirmação da descoberta feita pelo então primeiro-ministro Cavaco Silva - e corroborada por todos os seus sucessores - de que Portugal ocupava «o pelotão da frente da União Europeia».
É também uma oportunidade para sublinhar a justeza da descoberta de Cavaco (a confirmar que o homem nunca tem dúvidas e raras vezes se engana), lembrando que existem naUE dois pelotões da frente: um, ocupado pelos países onde os índices de bem-estar são mais elevados; outro, agrupando os países onde os índices de mal-estar são mais elevados.
E que, assim sendo, era verdadeira a cavacal afirmação sobre a presença de Portugal no pelotão da frente - no qual se mantém por obra e graça dos mui dignos continuadores de Cavaco na governação.

Porque é bom não esquecer que esta presença crónica de Portugal no pelotão da frente que vai atrás, nada tem a ver com menores capacidades governativas dos líderes lusitanos: como eles nos dizem - e devemos acreditar, a bem da Nação - todos, desde o genial Cavaco ao não menos genial Sócrates, são governantes muito, muito, muito, muito apreciados lá fora.

8 comentários:

samuel disse...

Fora!
Que belo destino para tantos deles...

poesianopopular disse...

Ó Fernando Samuel, eu estou atónito, como é que o senhor professor conseguiu detectar, um caso destes de tão grande dificuldade, de análise!
O capitalismo começou hoje a comer a merda que faz,o governo dos EUA, acaba de intervir, no maior banco, por o mesmo, ter declarado falência.
Áh áh áh áh éh éh éh éh ih ih ih ih óh óh óh óh uh uh uh uh !

CS disse...

Não. Nós já nem andamos no pelotão. Nós andamos em "pelão".
Nunca ouviram dizer que "os últimos são os primeiros"? Então qual é o problema?

Maria disse...

Alguém teria que estar no pelotão da frente da UE.... no pelotão que vai atrás...
Dizendo de outra maneira, alguém teria que estar na frente do pelotão que vai atrás, assim é que é (ou no pelotão da frente que vai atrás). E que eles não dizem...
Ai, a língua portuguesa é difícil de compreender... nem com o acordo lá vei...
Olha, Fernando Samuel, hoje deu-me práqui...

Um beijo.

Antuã disse...

realmente as broncas cavacais já vêm de longe!...

Antuã disse...

realmente as broncas cavacais já vêm de longe!...

Sal disse...

Pois é!
É a tal "cauda da Europa"...
Eu costumo dizer que já não estamos na cauda, há muito que caímos do cão!
bjs

Fernando Samuel disse...

samuel: fora com eles, por exemplo: lá para fora onde tão apreciados são...

josé manangão: quando o «privado» fracassa, o «público» safa-o...

cs: é da bíblia... em «pelã», é isso...

maria: faz muito bem a língua portuguesa em não se deixar usar por certas cavaquices...

antuã: o homem é muito mais idoso do que nos quer fazer crer...

sal: nesta europa nem a cauda se aproveita...