O QUE PENSA OBAMA

Voltemos ao «caso Irão» e aos pequenos-grandes passos que todos os dias são dados com vista a uma intervenção armada EUA/Israel/? naquele país.

Em conferência de imprensa, em Paris, Obama disse que «o Irão não deve esperar pela eleição do futuro presidente dos EUA, em Novembro, para aceitar as propostas do Ocidente e suspender o seu programa nuclear».
Registe-se, em primeiro lugar, que Obama não coloca outra hipótese que não seja a de o Irão aceitar as ditas «propostas» - o que, em rigor, faz com que aquilo a que chama «propostas» não passe de uma imposição taxativa; registe-se, em segundo lugar, a substituição de «EUA» por «Ocidente», com o óbvio objectivo de , desde já, arranjar cúmplices para o crime que está ( e ele sabe que está...) em preparação.

Aliás, o conceito de «proposta» de Obama fica mais claro numa outra afirmação sua, em que, dirigindo-se directamente ao Irão, afirma: «Mudem de atitude e terão todas as vantagens. Continuem com o vosso programa ilegal e a comunidade internacional irá exercer cada vez mais pressão em termos de sanções».
Trata-se de uma nova versão da «tese da cenoura e do pau», que Obama expôs em Israel: o programa iraniano é «ilegal» (porque os EUA assim decretaram!) e, se os iranianos não o abandonarem, a «comunidade internacional» (ou seja: os EUA e os seus lacaios!) trata-lhes da saúde...

Assim pensa Obama, o candidato da mudança e da esperança da esquerda à presidência dos EUA - e para quem «Portugal é um importante aliado dos EUA (porque) foi um dos primeiros a enviar tropas para o Afeganistão e para o Iraque»...
Não se pode ser mais claro.

4 comentários:

Crixus disse...

Realmente é um conceito de "proposta", no minimo, inovador. E é claro que os Joses Manueis Fernandes de todo o Portugal já começaram,há bastante tempo, a afiar o seu machado e a esfregar as mãos só com a hipotese de haver uma guerra entre os EUA/Israel/outros lacaios e o Irão, não fosse essa a sua razão de existir. Um abraço

Antuã disse...

o capitalismo é fértil na produção de bestas destas.

Maria disse...

Só mudam mesmo as moscas.....
... mas enquanto me restar um pingo de sangue eu grito....

Um beijo

Fernando Samuel disse...

crixus: é daqueles «propostas» género «ou dizes sim, ou morres»...
Abraço amigo.

antuã: é uma das suas maiores sementeiras...
Abraço amigo.

maria: gritar sempre: gritar protesto até gritar... vitória.
Um beijo.