POEMA

PIRATA


Gostava de ser pirata
e viver meu dia-a-dia
no convés de uma fragata...
Gostava de ser pirata,
aproar num cais distante
perfumado de maresia
e ter aquela que passa,
de passagem, por amante...
Não saber do seu passado,
não pisar sua desgraça,
mas pecar no seu pecado
de ser aquela que passa
Gostava de morrer cedo
e de ser lançado ao mar,
e enrolar o meu segredo,
o meu segredo enrolar
nos limos e nas montanhas
que estão no fundo do mar...
- E o mundo ficar, assim,
sabendo as minhas façanhas
sem saber nada de mim...
Depois, gostava de ver
o meu segredo soltar-se,
rolar nas ondas, rolar,
subir, crescer, espraiar-se,
alongar-se pelo mar...

Dormir no luar de prata,
acordar ao sol nascente,
e gritar que fui pirata,
praia em praia, a toda a gente...
E gritar que fui pirata
mas que não soube matar
- Só me matei a mim mesmo,
porque gostava do mar.

E o mar rolou nos meus versos,
rolou nas minhas paixões,
desmantelou universos,
subiu em rudes clarões,
e o mar rolou no meu pranto,
nas minhas falas de louco
que viveu e sofreu tanto
só por ter sofrido pouco.

O mar beijou minha infância,
deu-me as ondas por brinquedo,
deu-me o sol, deu-me a distância,
em troca do meu segredo:
- qual a razão do meu pranto,
das minhas falas de louco...
- e soube que sofri tanto
só por ter sofrido pouco...

E o mar quebrou as amarras,
virou as embarcações,
chorou na voz das guitarras,
rebentou nos corações,
entrou pelo mundo fora,
prendeu-o num rumo certo
e, quando se foi embora,
deixou o mundo deserto...

Só porque ouviu o meu pranto
e as minhas falas de louco,
e soube que sofri tanto
só por ter sofrido pouco.


Sidónio Muralha

(«Beco» - 1941)

5 comentários:

Graciete Rietsch disse...

Lindo,lino,lindo.
Grande poeta esquecido.
Beijos.

Maria disse...

Gostei deste Pirata!

Um beijo. Grande.

samuel disse...

Grande entrada!
Tão cantável...

Abraço.

smvasconcelos disse...

Repleto de música e de ritmo...E tão enternecedor.:)
Beijo,

Fernando Samuel disse...

Graciete Rietsch: não deixemos esquecê-lo...
Um beijo.

Maria: não admira: há aqui muito mar...
Um beijo grande.

samuel: «tem música»...
Um abraço.

smvasconcelos: belo!
Um beijo.