Salário ou emprego?

Manuel Ferreira Leite (MFL) em entrevista à SIC Notícias afirma que o aumento do salário mínimo para 450€ foi imprudente. Porquê? MFL responde dizendo-nos que aumentando 5,6% o salário mínimo também, por inerência, aumentará o desemprego. E está a informação dada: ora se escolhe aumentar o salário, ora se legisla de modo a baixar a taxa de desemprego. As duas coisas juntas é que nem pensar. Mas, como como todos sabemos - e MFL também por experiência própria enquanto membro governativo, opte a maioria PS (com D ou sem D) por legislar tendo em vista o aumento do salário ou o decréscimo da taxa de desemprego (porque, como nos informou MFL, as duas coisas simultaneamente são impossíveis), as suas tendências reais contrariam sempre aquilo que nos apregoam: ou o aumento do salário é insuficiente face à subida da inflação, ou o aumento dos postos de trabalho é inferior ao número de despedimentos. E assim se confirma que é sempre possível alternar o governo e suas políticas, sem alterar os resultados destas...

13 comentários:

saitica disse...

Trilegal
Cravo de Abril e de todos os meses.
Nós do www.saitica.blogspot.com enviamos nosso fraternal abraço aos que publicam este sítio.
Queremos autorização para linka-los no nosso blog.
Felicidades. Muita saúva e pouca saúde os males do Brasil são !!!
daniel de andrade

José Neves disse...

Daniel de Andrade: bem-vindo ao nosso espaço. Autorização? Nem era preciso pedir, companheiro. Este nosso blog é também o teu blog. Um abraço fraterno deste outro lado do Atlântico,

Ana Camarra disse...

A Chamada lógica da batata

maria teresa disse...

Há "um ovo de colombo" que poderia resolver este impasse: diminuir o número de horas semanais obrigatórias.
Não será tão fácil de fazer como estou a dizer mas, se houvesse vontade política, tal era possível.

Ludo Rex disse...

Esta canalha é toda igual a si mesma, e esta senhora nem vê-la...
Abraço

Antonio Lains Galamba disse...

maria teresa: esse ovo de colombo não faz sentido para a direita. muito menos para a direita que apresenta este pacote laboral, com a desregulamentação do horário de trabalho e um novo horário laboral de 60 horas semanais...

abraço

maria teresa disse...

António:
E eu não sei?
E não é uma maneira correcta e viável de resolução do impasse?
Abraço

Fernando Samuel disse...

Bom post!

Um abração.

JULIO disse...

MAS ESTA SENHORA, É FORMADA EM QUÊ?

Hilário disse...

O que esperar de quem também representa o grande capital neste País?

poesianopopular disse...

450 euros por mês são 15 euros por dia:- agora retirem os descontos S. Social, transportes etc.
Porque será que estes escravos, ainda votam no PS com D ou sem D?
Será masoquismo? Ou parvoíce?
Bom post, Abraço

Antuã disse...

Esta Manuela, segundo sua afirmação, até é má para os filhos. Como será para os outros?!.. A sua fama e a sua prática política já vêm de longe. E quem compra nos pequenos e médios comerciantes se os trabalhadores não tiverem dinheiro?!... São os Belmiros e quejandos que vão almoçar ao restaurante da esquina?!...

José Neves disse...

Ana Camarra: ainda assim é a que eles aplicam. E isso é que é preocupante...

Maria Teresa: Não lhes convém: depois haveria mais ordenados a pagar, logo mais desemprego (na óptica da MFL, claro!). Eles sabem-na toda...

Fernando Samuel: Obrigado, um abraço grande.

Júlio: Com canudo ou sem canudo, são marionetas à mesma ...

Hilário: Infelizmente não podemos mesmo esperar nada. Mas mais importante que esperar, é transformar. Abraços,

Zé Manangão: o capitalismo é mau, mas é muito bem montado. Não haja dúvidas.

Antuã: mas sobre os pequenos empresários, já o repórter da sic desaconselhou o seu uso. Eu falo nisso uns posts abaixo.

Abraços companheiros!