POEMA

NUNCA OUVI UM ALENTEJANO CANTAR SOZINHO


Nunca ouvi um alentejano cantar sozinho
com egoísmo de fonte.

Quando sente voos na garganta
desce ao caminho,
da solidão do seu monte,
e canta
em coro com a família do vizinho.

Não me parece pois necessária
outra razão
- ou desejo
de arrancar o sol do chão -
para explicar
a reforma agrária
no Alentejo.

É apenas uma certa maneira de cantar.


José Gomes Ferreira

11 comentários:

Ana Camarra disse...

Fernando Samuel

Por acaso o "cante" tyem um cheirinho mouro e canto gregoriano que me comeve quando é bem cantado.
Especialmente quando espontaneamente um grupo de Alentejanos se junta e nos brindam com o genuino, é pouco chorado, um pouco aventureiro, muito poetico, há para aí uns sucedaneos que ñão me convencem...
José Gomes Ferreira é incontornavél!

Beijos

samuel disse...

Ou uma maneira certa de cantar...

Utopia das Palavras disse...

Ou uma certa maneira de encarar a vida... solidária!

Beijos

Ausenda

Fernando Samuel disse...

ana camarra: estou de acordo contigo;: esses sucedâneos... não são...
Um beijo amigo.

samuel: neste caso, complementam-se...
Um abraço.

Ausenda: é isso também, ou essencialmente.
um beijo amigo.

Ludo Rex disse...

O canto alentejano é caracterizado por melodias a duas vozes sem acompanhamento instrumental. As opiniões dividem-se em relação à origem deste tipo de canto:
- influência mourisca;
- apropriação e adaptação do canto gregoriano por parte do povo.

De qual forma sempre um legado a preservar.
Abraço

XICA disse...

FS, o meu poema preferido do José Gomes Ferreira, exactamente porque retrata muito bem um sentir alentejano. Este é daqueles que só quem tem pelo Alentejo uma verdadeira paixão, o entende.

Maria disse...

E também uma certa maneira de (con)viver. E de ser!

Um beijo grande

sousa disse...

lembra o principio de um LP duplo de um congresso no Barreiro,do PCP.E que tal uma nova ediçao dessa obra que canta a Reforma Agraria.
um abraço do tamanho da nossa amizade.
Herlânder

poesianopopular disse...

Para quê adjectivar, o José Gomes Ferreira deixou dito que:"É apenas uma certa maneira de cantar"
Apenas para dizer, este poema é tão grande!
Abraço

Fernando Samuel disse...

ludo rex: seja como for, é belo...
Um abraço.

xica: e só que tem pelo Alentejo uma grande paixão o pode escrever...
Um beijo.

maria: uma certa maneira de lutar...
Um beijo grande.

Herlander: é uma boa ideia.
Um abraço grande, meu amigo.

poesianopopular: grande, belo, tudo...
Um abraço.

Luis Vilhena disse...

Gostava de comprar este livro alguém o tem para vender ?