A FARSA

De há muito que deixei de frequentar televisões. Todas: as privadas e as que se dizem públicas; as nacionais e as internacionais.
Minto: às vezes passo por lá: em dias de futebol (vejam bem!) ou para ver um filme em que estou interessado.
Quanto aos telejornais, aos debates & outros lixos, esses estão, por regra, excluídos.

No entanto, anteontem, ao passar à porta da SIC-Notícias, algo me despertou a curiosidade: um senhor sorridente falava de uma coisa a que chamava «o ciclo natural».
Parei, fiquei à porta, espreitei.

A minha curiosidade redobrou: cá em baixo, em jeito de rodapé, uma longa legenda informava sobre o que estava ali a passar-se:

«Em análise - PSD sobre o Orçamento do Estado.
Maior partido da oposição endurece crítica ao Governo»

Refreei a vontade de disparar o comando contra o aparelho de televisão, desabafando uma rajada de... protestos contra esta coisa de os média dominantes chamarem ao PSD «o maior partido da oposição» - e para me acalmar demonstrei a mim próprio que:
1 - o PSD é tanto oposição à política do actual Governo PS, como o PS foi oposição à política de anteriores governos PSD;
2 - que PS e PSD andam há mais de 32 anos, alternando-se na aplicação da mesma política de direita comum aos dois: ora agora governas tu, e eu finjo que sou oposição; ora agora governo eu, e tu finges que és oposição; e
3 - que os média dominantes têm desempenhado, ao longo desses mais de 32 anos, um papel fundamental na propagação da farsa do «maior partido da oposição» - farsa com a qual têm vindo a iludir segmentos vastíssimos (e decisivos) do eleitorado nacional.


Mais calmo, passei os olhos e os ouvidos pelo «debate»: Henrique Monteiro (Expresso); Ana Sá Lopes (DN); Rui Tavares (Público) e Maria João Avilez (PSD), discutiam a tal coisa do «ciclo natural» - não na modalidade real (ora agora governas tu , etc, etc) mas na modalidade... natural, ou seja propagando a tal farsa...
E garanto-vos: do que vi e ouvi, em relação ao essencial, este plural painel de comentadores afinava todo pelo mesmo diapasão.

Antes de a farsa acabar, bati com a porta da SIC-Notícias e fui rever o «Cinema Paraíso».

10 comentários:

Crixus disse...

Ora cá estão os orgãos de desinformação a cumprir a sua função. E de uma forma eficaz, discutindo algo completamente absurdo como se fosse a realidade, assim enganando mais uns quantos, que puderão pensar que o PSD é oposição a alguma coisa.

Maria disse...

Mas quando falamos do ps ou do psd falamos da mesma política, não é? Apenas muda o nome.
E quando falamos dos órgãos de comunicação social, eles têm mesmo que continuar a servir os seus donos, certo?
Por isso não compro jornais.
Mas ainda vejo noticiários, na SIC, vê lá, porque preciso de saber o que se passa no dia a dia ...
... e também para falar sozinha, já que a tv não me responde...
:))

Um beijo grande

Ludo Rex disse...

E fizeste bem... Isto faz-me lembrar o Rotativismo do sistema político-partidário que vigorou em Portugal durante a segunda metade do século XIX... Tudo do mesmo...
Abraço

poesianopopular disse...

Esta faz-me lembrar, aquele que se dizia ser uma boa pessoa, e rematava sempre com esta:-perguntem á minha mãe!
abraço

Ana Camarra disse...

Fernando SAmuel

PS e PSD só se distinguem pelo facto do PS ainda assim, enganar mais gente, leva-los a crer quie tem algum resquicio de esquerda, só mais nada.
Quanto aos canais de TV, eu o pouco tempo que estou na TV, vejo filmes, aqueles canais que dão series como o melhoral, não fazem bem nem mal, people an arts, muito documentário, passarinhos a fazer o ninho, ratinhos do campo a acasalar, depois por vezes seleciono uma coisita ou outra da RTP2 e muito excepcionalmente RTP1 resto é para esquecer, não vale a pena!
beijos

Fernando Samuel disse...

crixus: e tudo isto é tão «natural» que até parece... natural...
Um abraço.

maria: ela em matéria de respostas é muda...
Um beijo grande.

ludo rex: é uma alternância/rotativismo que eles querem institucionalizar.
Um abraço.

poesianopopular:que é a melhor maneira de dizer que sim...
braço.

ana camarra: concordo contigo, a maior parte das programações é perigosa e (ou) estúpida.
Um beijo.

Antuã disse...

Televisão só uns poucos minutos por dia paraver como funciona a comissão de Censura.

Fernando Samuel disse...

antuã: e para isso bastam poucos minutos...
Um abraço.

Hilário disse...

PS e PSD é tudo farinha do mesmo saco.

Quanto aos orgãos de informação, por favor, quem é que ainda tem duvidas de que estes estão ao serviço do grande capital?

Um Abraço

Hilário disse...

PS e PSD é tudo farinha do mesmo saco.

Quanto aos orgãos de informação, por favor, quem é que ainda tem duvidas de que estes estão ao serviço do grande capital?

Um Abraço