POEMA

PARÁBOLA

Num caroço de mentira
trouxe a verdade escondida
pus o caroço na terra
nasceu verdade fingida

Não faltou água dos olhos
ao viço desta palmeira
que frutos daria o ramo
da maligna sementeira

Se do sal que nela morde
um sabor amargo sobra
é coisa que vai no rasto
que ficou depois da cobra

Lá em cima onde a verdade
tem a franqueza do vento
negam ninhos as raízes
porque é outro o seu sustento

E o tronco tão levantado
sobre o caroço partido
não é tronco mas é homem
alto firme e decidido


José Saramago

5 comentários:

Ana Camarra disse...

Ora aí está uma bela afirmação de principios.

(quase plágio, esta...)

beijocas

Maria disse...

Bom mesmo é começar a ronda dos blogues logo com um poema de Saramago...
...e lendo um "tronco feito homem"...

Um beijo grande

Ludo Rex disse...

Homem firme, decidido e atento...
A esclha não podia ser melhor.
Abraço

Utopia dsa Palavras disse...

Sementes de um passado
Futuro de raíz de um povo
Liberto de um grito atado
Nas vozes de um Homem Novo!

Beijo
Ausenda

Fernando Samuel disse...

ana camarra: mas há plágios bons...
Um beijo.

maria: é um bom começo, de facto.
Um beijo grande.

ludo rex: abraço.

Ausenda: Bonito!
Um beijo.