POEMA

PARA VÓS O MEU CANTO...


Para vós o meu canto, companheiros da vida!
Vós, que tendes os olhos profundos e abertos;
vós, para quem não existe batalha perdida,
nem desmedida amargura,
nem aridez nos desertos;
vós, que modificais o leito de um rio;

- nos dias difíceis sem literatura,
penso em vós: e confio;
penso em mim: e confio;

- para vós os meu versos, companheiros da vida!

Se canto os búzios, que falam dos clamores,
das pragas imensas lançadas ao mar
e da fome dos pescadores,
- penso em vós, companheiros,
que trazeis outros búzios pra cantar...

Acuso as falas e os gestos inúteis,
aponto as ruas tristes da cidade
e crivo de bocejos as meninas fúteis...

Mas penso em vós e creio em vós, irmãos,
que trazeis ruas com outra claridade
e outro calor no apertar das mãos.

E vou convosco - definido e preciso,
erguido ao alto como um grito de guerra,
à espera do Dia do Juízo...

Que o Dia do Juízo
não é no Céu... é na Terra!


Sidónio Muralha

11 comentários:

Ana Camarra disse...

Sim o Dia final é aqui, na terra, tem de ser!

beijos

CRN disse...

Já desperta, acredito, será a nossa consciência o jurado!

A revolução é hoje!

samuel disse...

"E chegará o dia das surpresas!"

Abraço

Ludo Rex disse...

É na Terra e Urge que seja Já e Agora!
Abraço

Utopia das Palavras disse...

Esse dia chegará! Pois acredito que somos capazes de modificar o leito do rio!
Beijo
Ausenda

poesianopopular disse...

-Se vamos mudar o leito do rio, será bom não esquecer-mos os afluentes, são eles que ajudam a sustentar o rio!
Sidónio Muralha, mais um grande poeta comunista!
abraço

Maria disse...

Se houver dia do Juízo terá que ser aqui, nesta Terra que pisamos....

Um beijo grande

Chalana disse...

Ontem, o Paulo Bento, deu-nos a todos nós, SPORTINGUISTAS, uma lição do que é o SPORTINGUISMO

Fernando Samuel disse...

ana camarra: aqui, na terra, se fará o julgamento final...
Um beijo.

crn: já desperta... e chegará...
Um abraço.

samuel e como ele será bem vindo!...
Um abraço.

ludo rex: quanto mais depressa... melhor.
Um abraço.

Ausenda: mudaremos o leito do rio: construiremos o futuro...
Um beijo.

poesianopopular: os afluentes são fundamentais...
Um abraço.

maria: só aqui, na terra...
Um beijo.

chalana: e o que é isso?...
Abraço.

Justine disse...

Que saudades do Sidónio Muralha, que sabia onde era o Dia do Juízo

Fernando Samuel disse...

justine: O que não é saber pouco...
Um beijo.