QUE GRANDE CAMBADA!

Esta semana, a revista Visão oferece cinco páginas de publicidade ao BE.
Trata-se de uma oferta de vulto - com a enorme vantagem de não entrar nas contas da campanha eleitoral e de, assim, não estar sujeita à tal lei de financiamento dos partidos...

Cinco páginas de publicidade é obra!
Nelas, os publicitários de serviço propõem a cada leitor ... a compra do BE, do seu programa eleitoral e dos seus líderes - tudo ao preço de um simples voto nas legislativas.
É possível, até, que os primeiros compradores do pacote triplo tenham direito a prémios especiais: uma fotografia autografada do líder máximo; ou duas fotografias autografadas dos lideres mínimos; ou, quem sabe?, uma fotografia do responsável/BE pela área dos trabalhadores a brindar com o ex-ministro Pinho, autografada pelos dois brindantes...

O trabalho destes publicitários de serviço é notável: nada é esquecido na sua mensagem publicitária.
É assim que, após a glorificação do BE, a coroação do seu programa eleitoral e a beatificação dos seus líderes - e num derradeiro incentivo aos leitores para que comprem o pacote triplo - os publicitários da Visão procedem a um feérico exercício de futurologia condicionada: recorrendo ao todo-poderoso SE que tem vindo a ser utilizado pelos seus colegas de outros média (designadamente do Sol e do Público), eles garantem que «o BE poderá facilmente duplicar os seus deputados no Parlamento SE...» - isto é: SE cada leitor da Visão (e do Sol e do Público...) comprar o pacote triplo. Ao preço de apenas um voto...

Que grande cambada!

11 comentários:

samuel disse...

Interessante, começa ser observar até que limite aguentarão os dirigentes do BE a fazer de conta que não percebem...

Abraço.

Ana Camarra disse...

Deixa, não sei porquê lembra-me um partido há algum tempo era o quê????
Já sei o daquele senhor das vacas que era amigo General, lembras-te?
Subiu e depois morreu!

beijos

Maria disse...

Isto apenas significa mais trabalho para nós. Tentar desfazer o que eles (o tal pacote triplo) fazem.
Com tantos paninhos quentes bem podiam escaldá-los...

Um beijo grande

filipe disse...

A actual situação nos chamados "orgãos de comunicação social", a cada dia que passa mais degradada e abjecta, evidencia dois aspectos principais: 1)o quadro actual nos O.C.S. espelha exemplarmente a que ponto chegamos na brutal violação do direito a uma informação verdadeira e isenta, uma violação sistemática e impune, no âmbito da ofensiva mais geral para a destruição da democracia; 2) esta comunicação "social" constitui o principal instrumento de manipulação e condicionamento do livre juízo crítico dos cidadãos, com o objectivo descarado de liquidar qualquer restia de democraticidade nas consultas eleitorais.
Se é assim, este instrumento do capital deve constituir um alvo principal da acção política das forças e sectores democráticos, na sua luta pela democracia e pela liberdade ameaçadas.
Acabemos com as tolerâncias contemporizadoras - e medrosas - receando (ainda!) sermos alvo de discriminação!...
Pela democratização do acesso à Informação - Não à comunicação "social" propriedade dos grandes grupos económicos - Por uma Imprensa livre e plural!
Um abraço.

Antuã disse...

E assim se vê os interesses que defende o BE.

Aristides disse...

Em boa hora deixei de ser assinante desse pasquim que dá pelo nome de Visão. Deixei de a assinar e ler quando verifiquei que "esquecia" muito convenientemente e ano após ano a grande e grandiosa Festa do Avante. Como achei isso demasiado estranho, mesmo tendo em conta os mais estranhos critérios editoriais, cortei relações com os senhores.
Tudo o resto vem no seguimento da mesma "linha".
O post está excelente, quanto a isso não há novidades. Vou (sei que não te importas) copiá-lo para o meu blogue, porque diz de forma brilhante, aquilo que eu gostaria de dizer. Abraço camarada

Antonio Lains Galamba disse...

tudo farinha do mesmíssimo saco....

abraço

Irlando disse...

É a visão da Visão e de outros visionários.Bloco ao poder já.

Ludo Rex disse...

Eles têm por força e a todo o custo que que ser a tal terceira força, isto serve o poder... Cambada!
abraço

Emanuel Gandaio disse...

Isto já passa os limites da decência, da coerência, da vergonha...

Fernando Samuel disse...

samuel: nesta matéria eles estão preparados para aguentar tudo - e quanto mais melhor...
Um abraço.

Ana Camarra: enquanto vivem dão-nos cá uma «trabalhêra»...
Um beijo.

Maria: e que trabalho eles nos dão!...
Um beijo grande.

Filipe: excelente síntese. Infelizmente, ainda há quem pense que «se não os criticarmos, eles não nos tratarão tão mal...»
Um abraço.

Antuã: diz-me quem te elogia, dir-te-ei quem és...
Um abraço.

Aristides: sobre a Festa o que têm dito é que «é só pó e bifanas»...
Um abraço.

Antonio Lains Galamba: todos iguais, todos iguais...
Um abraço.

Irlando: eles bem sabem porquê...
Um abraço.

Ludo Rex: o média do grande capital sabem o que fazem...
Um abraço.

Emanuel Gandaio: e o pior está para vir.
Obrigado pela visita e pelo comentário.
Um abraço.