POEMA

COMEI VOSSOS PERUS


Comei vossos perus
burgueses anafados
e dai esmolinhas aos pobres
que tendes esfomeados.
Um dia há-de chegar
em que sereis assados
não para subir ao céu.


Jorge de Sena

6 comentários:

O Puma disse...

Só na Madeira

parece não haver fogueiras

Anónimo disse...

Como Filipa Vacondeus, com um programa garantido na RTP nos tempos do «Estado Novo», além do restauarante "Cota D'Armas" em Alfama, havia, e há, muita gente que gostaria de ter uma «democracia»(?) sem comunistas como se a Mãe Natureza, nos jardins do Planeta, não tivesse além de rosas, jacintos, hortenses e lírios, cravos vermelhos de afogueada e viva côr...
Claro que os outros, arrivistas no 25 de Abril, teriam uma vidinha de predadores e exploradores da gente que trabalha, mais facilitada.

Quantos somos?
Não importa...
Novos e velhos; iguais.
Por ser o que sempre fomos,
Seremos cada vez mais...

Um abraço amigo.

JF

Maria disse...

E o dia há-de chegar!

Um beijo grande

Ana Camarra disse...

Nem assados...

samuel disse...

"aos pobres que tende esfomeados"... é fantástico!

Abraço.

J.S. Teixeira disse...

José Sócrates diz que "“Ainda está para nascer um primeiro-ministro que faça melhor do que eu”. Novo artigo sobre essas declarações do nosso PM e acerca das propostas do seu "amiguinho do Seixal", Samuel Cruz. Tudo no blogue O Flamingo.