MÁRIO SOARES EM PLENO

Escreveu Mário Soares, a propósito da luta que a imensa maioria dos professores tem vindo a travar em defesa dos seus interesses e direitos:

«Ora se os sindicatos representam os professores - ninguém deve negá-lo, porque os sindicatos são um elemento essencial da democracia -, a maioria dos professores não estão sindicalizados e todos pensam pela sua cabeça, como cidadãos conscientes, avaliando em consciência, qual o caminho que mais lhes interessa trilhar...»
É o líder da contra-revolução de Abril em acção: procurando dividir os professores, quebrar a unidade que trouxe para a rua cerca de 85% da total da classe, espalhar a desconfiança nos sindicatos , enfraquecer a luta - e incitando os professores a pensarem pela sua (dele, Soares) cabeça...

Mais adiante, escreve:
«O mais importante é que os sindicatos e a sra. ministra (que tem demonstrado firmeza e, ao mesmo tempo, abertura e boa vontade) retomem as negociações, marcadas para a próxima sexta-feira, abandonando "os braços de ferro" - tão inconvenientes no momento grave de crise que o mundo e Portugal atravessam - como é do interesse de todos».
É outra vez Soares, o parlapatão da democraCIA, em pleno: fiel apoiante da política de direita que ele próprio iniciou ao serviço do capitalismo internacional e contra os interesses da imensa maioria dos portugueses e da independência nacional; guru badalhoco desse capitalismo, à defesa do qual tem dedicado toda a sua vida - a troco de milhões e milhões de dólares, marcos, libras, francos, coroas...

Digam lá: depois de ler estas soarices, dá vontade de quê?

8 comentários:

samuel disse...

Olha que eu digo!... :-)
Agora a sério, uma figura como Soares, defender e na prática, enaltecer quem não é sindicalizado, pois assim é que "pensa pela sua cabeça"... seria patético, se não fosse de facto uma canalhice consciente e propositada!

salvoconduto disse...

De o mandar à merda! Ou julgavam que eu não dizia o que vai na alma? É uma tónica a que se tem assistido ultimamente na luta dos professores, aparece de vez enquando alguém com "necessidade" de dizer que não é sindicalizado julgando que é por aí que conseguem demobilizar os professores.

Antuã disse...

o marocas sempre pensou pela sua cabeça, isto é, o Dinheiro que pode ir buscar em altas traições.

alex campos disse...

Pela minha parte prefiro abster-me de dizer o que me dá vontade...

um abraço

Fernando Samuel disse...

samuel: o soares é pau para toda a má obra.
Um abraço.

salvoconduto: o maior esforço deles, como se tem visto, é procurar dividir os professores - e o PS e o BE bem se têm esforçado...
Um abraço.

antuã: «pensar pela sua cabeça» sempre foi o forte dele...
um abraço.

alex campos: sim, neste caso talvez a abstenção não seja má...

Anónimo disse...

A vontade que dá, é vomitar o sapo e atirar-lhe o vómito ás fuças!

rui silva

julio disse...

e lá aparece o "piadoso marocas", no seu, sempre importante papel de dividir os trabalhadores...
sacana traidor!

Fernando Samuel disse...

rui silva: pelo menos...
Um abraço.

julio: essa é uma das especialidades dele...
Um abraço.