eu, comunista, vos acuso!

13 de Novembro. dia triste em Aljustrel.
a mina fechou. e um mar de desempregados invade o sindicato mineiro, em busca de algum conforto para as lágrimas. a mina fechou. a mina fechou. e fecharam-se os corações de muitos operários num desespero de quem tem o futuro hipotecado.
estou, sortudo nesta conjuntura, no trabalho. não posso escrever mais. logo à noite o farei. até lá, digo-o daqui, a culpa é da gestão danosa da empresa e da vaidade inconsequente do Sócrates. daqui, eu comunista, vos acuso! tenham um pingo de vergonha, envergonhem-se da fome promovida! eu, comunista, VOS ACUSO!

12 comentários:

aldeia pp disse...

Camarada,

Um abraço solidário numa altura sempre difícil, como no Hino do Mineiro, hoje quando os mineiros chegarem a casa, levarão o sangue de um camarada, embora alguns teimem em não o ver.

Resta-nos a esperança de quem hoje faz sangrar os mineiros, um dia esteja no banco dos réus.

poesianopopular disse...

Galamba
Só a luta sem tréguas, poderá fazer frente,`a provocação que é feita todos os dias aos trabalhadores, por parte das empresas e do seu aliado o DESgoverno, que teima em auto-denominar-se de"socialista".
Abraço

Ludo Rex disse...

Vergonhoso o sucedido... e agora que vai ser daquelas famílias? A luta é o caminho
Abraço

salvoconduto disse...

Junto à tua a minha voz!

Abraço.

Álvaro Barreirinhas disse...

Antes de acusar o Governo pela queda do preço das matérias-primas no mercado internacional, que tal aproveitar os lucros da Festa do Avante para comprar as minas e dar trabalho aos mineiros?

Ana Camarra disse...

António

Isto no dia em que se "descobre" que afinal o BPN antes de ser nacionalizado, com o nosso dinheiro, transferiu uma porrada de milhões para uma offshore no Brasil....

Beijos, camarada

Quanto a esse anónimo que se assina álvaro barreirinhas, esteja calado, não seja burro.

João Filipe Rodrigues disse...

Meu amigo e camarada,

Muita força e alento te envio daqui!

Só a luta organizado transformará o sonho em vida!

Abraço fraterno

samuel disse...

Perante o desemprego directo de cem trabalhadores e indirectamente, de centenas, com o impacto que isso tem numa terra com as características de Aljustrel, no intuito de "defender" o Governo, este anónimo não encontrou nada melhor no fundo do coração do que deixar aqui esta piadola foleira. Dá para ver a massa de que são feitos...

Abraço solidário!

Maria disse...

E eu, com um arrepio a percorrer-me o corpo pela força das tuas palavras, e solidária com o que escreves, também acuso!

Um abraço enorme

Antuã disse...

Um abraço solidário para os mineiros. a luta continua. As provocações imbecis não nos atemorizam.

jose disse...

Sempre quero ver as lágrimas do Fernando Samuel "Casanova" quando o PCP começar a despedir funcionários. A situação é descrita na proposta de teses para aprovação no XVIII Congresso Nacional do PCP, e aposto que a culpa é do Sócrates, do Governo e do Tio Patinhas.

Antonio Lains Galamba disse...

jose: o seu comentario é tão mesquinho e baixo que desejo vivamente que não seja reflexo da sua pessoa mas apenas de um momento infeliz. não sei como pode lisonjear-se com a «desgraça» dos trabalhadores. relativamente ao PCP e aos seus funcionários acuse quando tiver algo concreto e deixe de se deliciar com pressupostos. de qualquer forma não sei como pode relativizar o caso de Aljustrel tapando o sol com uma peneira que, ainda mais, apenas supôs. quanto às dificuldades - públicas - que o Partido atravessa essas, desculpe desiludi-lo, são na realidade culpa do Sócrates/ tio patinhas... mais a sua famigerada lei dos PArtidos. Suponho que para si seja indiferente. ou até positivo, caso seja, como parece ser devido ao seu anti-comunismo primário, mais um desses pequenotes burguesinhos do bloco, sempre pronto a acudir aos designios do ps e do capital. (é verdade, o seu amigo miguel portas passou por cá. veio pavonear-se para as camaras da tv, mostrando solidariedade com os mineiros - coisa que voicê não faz . Pena mesmo é ele NUNCA TER ESTADO presente nos derradeiros momentos de luta dos trabalhadores das pirites e restantes empresas a lavrar na mina aljustralense. mas isso para si já não deve ser caso para lágrimas. o que você goista é de chamar casanova ao fernando. o que só prova que também nunca esteve nos plenários dos trabalhadores mineiros. se estivesse, repararia que tanto o casanova como o samuel, os dois, lá estavam. lado a lado, na defesa do que realmente interessa.

caso desconheça algumas destas palavras vá ao Torrinha. podia mandá-lo a outro lado, mas o Torrinha é fonte mais limpa.

enxergue-se.