QUE GRANDECÍSSIMA ALTEZA!

A revista Notícias de Sábado dedica 10-páginas-10 a uma entrevista com «Sua Alteza, Dom Duarte Pio de Bragança, herdeiro da Casa Real».

«Sua Alteza» pronunciou-se sobre (quase) tudo; disse pouco (ou nada) sobre muita coisa; e disse tudo sobre algumas (poucas) coisas.
Ou seja, Sua Alteza sabe-a toda...


Disse que «a revolução militar do 25 de Abril estava muito controlada pela União Soviética» e, por isso, em vez de se proceder à descolonização de acordo com a vontade do general Spínola - que «apoiei e em quem tinha toda a confiança» - «entregou-se o poder aos movimentos de guerrilheiros»...
Na opinião de Sua Alteza, a solução boa teria sido a criação de «uma Commonwealth como a inglesa» - ou seja, o colonialismo com rosto democrático.

Respondendo à pergunta «Álvaro Cunhal era patriota?», decretou Sua Alteza: «O Álvaro Cunhal era mais um internacionalista, que seguia o ideal marxista-leninista e o internacionalismo soviético. Se tivesse tomado o poder teria sido um desastre (...) haveria fuzilamentos e perseguições políticas».
Sua Alteza esqueceu-se (esquecimento imperdoável) de acrescentar aos «fuzilamentos» e às «perseguições políticas» essa outra conhecidíssima característica dos comunistas que é a de «comerem criancinhas ao pequeno almoço e matarem os velhos com uma injecção atrás da orelha»...

«A questão da educação preocupa-me muito», confessou Sua Alteza - e criticou: «desencorajam-se as aulas de educação moral e estamos a dizer que a moral não tem importância, que só a sexualidade livre é fundamental para a felicidade dos portugueses». E Sua Alteza Real, em ousada linguagem plebeia, avisa: «tornar obrigatório o ensino da educação sexual resume-se a dizer: forniquem à vondade»
Ou seja: fornicar, sim, mas não à vontade e, se possível, contra vontade; fornicar, sim, mas controladamente, moderadamente; fornicar, sim, mas em dias certos e nas horas marcadas...

E foi certamente seguindo a mesma linha de pensamento que Sua Alteza disse ainda: «em muitos aspectos concordo com José Sócrates».

Que grandecíssima Alteza!...

18 comentários:

paulo rosa disse...

Este "rei" devia ser extraditado para o monco.A ravista como não tem protagonistas com mais valor vale-se destes parasitas com coroa real.
Viva democracia, viva ABRIL, viva a LIBERDADE

smvasconcelos disse...

Eu sempre achei este sr.- tenho de o dizer- imbecil! Essa entrevista só corrobora a minha opinião.
beijo,

pedras contra canhões disse...

ora aí está o bolor em todo o seu esplendor. por mim, quero mais é que ele se fornique.

filipe disse...

Esta "alteza" parece uma velha ratazana, saída dos esgotos mais fétidos ou das catacumbas do anti-comunismo, vomitando velhas e pestilentas mentiras.
Com monárquicos amigos destes, o que se deve esperar dos tais "republicanos, laicos e 'socialistas'"?!...
Um abraço.

joão l.henrique disse...

Sua "Alteza" cheira a bafio que tresanda. Cheira mesmo muito mal.

Um abraço.

poesianopopular disse...

Depois de três semanas sem net, e o falecimento da minha querida mãe, cá estou de regresso á lutacada vez mais necessária,e com mais intensidade.
Sobre este teu post,fico a pensar: será que estou a ficar sectário? Ou esta democracia está cada vez mais bolorenta?
Abraço

Aristides disse...

Como diria um seu antecessor: F...r sim, mas devagar!
Este sujeito não existe, é uma personagem de ficção que os jornalistas gostam de recuperar nas alturas convenientes.

GR disse...

O sr. Duarte não é um estrangeiro, nascido em Berna? Não é um tonhó que reclama um título, dizendo ser primo em sexto grau do D. Carlos? Este sim! não precisava de aulas de educação sexual para fazer filhas ilegítimas.
Esse fulano reaccionário que vá trabalhar, pois nunca fez nada na vida e deixe de dizer tanta asneira.

Bjs

GR

Maria disse...

O homem já está xéxé. E se não falou nas criancinhas é porque finalmente percebeu que quem as come são os padres...
Desculpa, mas também usei a minha linguagem, plebeia que sou.
Quanto ao fornicar controladamente é o que o pm tem vindo a fazer. nos.

Isto hoje está prá desgraça...

Um beijo grande.

Antuã disse...

Sua Alteza consegue ser mais bronca que o guarda-livros cavaco e têm as vozes iguaizinhas.

samuel disse...

A merecer uma coroa... de flores.

braço.

Nelson Ricardo disse...

Fornicam-nos o juízo e o bolso quando querem e lhes apetece e não o vejo indignado com isso.

Um Abraço.

Luis Nogueira disse...

Já dizia o Latino Coelho desta raça de malaquecos (este é descendete ca Carlota Joaquina e dum hortelão de Mafra...): "Os Braganças, ou toureiros ou malandros"


Luis Nogueira

Anónimo disse...

em matéria de educação sexual diz a rainha para o rei: cá no palácio é jantar às 8 e fornicação às 10, esteja vossa majestade ou não esteja!

Real hipocrisia!!!

Anónimo disse...

e tinha este cromo de se chamar duarte....
abraço do vale

Graciete Rietsch disse...

Viva o 25 de ABRIL. Não me surgem mais palavras.

Um beijo

LIBERDADE disse...

Oh camaradas, o vosso ideal só na Coreia do Norte ou em Cuba| Os outros povos que experimentaram tal coisa já o atiraram para o caixote do lixo! Só sobrevivem neste jardim plantado á beoira mar!...

Cidadão Especial disse...

Também há uma senhora chamada Isabel a que os britânicos gostam de chamar raínha, não é verdade?... Nem sei como é que os holandeses, ingleses, escoceses, irlandeses, galeses, canadianos, australianos, suecos, dinamarqueses, japoneses, noruegueses e outros tantos, conseguem aguentar viver nos países mais prósperos do mundo, com monarcas da igualha aqui do pobre D. Duarte. São todos uns ignorantes, não é, ó canalha comuna jacobina?

E "grandessíssimo" acho que não se grafa como vocês grafaram, camaradas, pá.