A IDEIA

Bruxelas impõe «reforço da austeridade» - e fica à espera.
«Os Mercados aprovam» - e ficam à espera.

O Governo declara que vai já tratar do assunto.
Os analistas aplaudem a imposição de Bruxelas, a aprovação dos Mercados e a declaração do Governo - e dão sugestões.

«O Governo estuda o aumento do IVA e cortes no 13º mês»- e há que reconhecer o pragmatismo das medidas em estudo:
é preciso dinheiro, muito e com muita urgência?
Vai-se buscar onde o há.
E onde é que o há?.
Naturalmente, nas contas bancárias dos que trabalham e vivem do seu trabalho...
A ideia é brilhante!

Os analistas não se cansam de aplaudir a ideia e de a apontar como «a forma mais fácil e rápida de garantir as receitas necessárias»...
De facto, feitas as contas, dá isto: se o Governo roubar aos trabalhadores o total do 13º mês, o saque andará pelos «2 300 a 2 400 milhões de euros».
Fácil e rápido,
como se vê.

É claro que a ideia não é nova: quem, pela primeira vez, a teve e aplicou foi... digam lá, digam lá... exactamente, ele mesmo, esse, o mais, o maior: o «pai da democracia!».
Nessa altura, Bruxelas chamava-se FMI - mas a família é a mesma...
E também por cá, a família é a mesma: quem há aí que seja capaz de descobrir diferenças entre o Governo Sócrates/PS/em contacto permanente com Passos Coelho/PSD e o Governo Soares/PS /Mota Pinto/PSD?...

Mas uma coisa sabemos nós - e sabem eles: é que a ideia deles só irá por diante se nós deixarmos.

A propósito: dia 29, a luta é em Lisboa.

11 comentários:

Graciete Rietsch disse...

Lá estaremos e não deixaremos!!!!!!

Um grande abraço.

samuel disse...

Dia 29 não estarei em Lisboa... mas por uma causa também muito justa.

Abraço.

smvasconcelos disse...

Mais do que nunca: É urgente LUTAR!
É indigno o que nos fazem, esta política não pode continuar...
beijo

Curioso do Mundo disse...

(...)dos que trabalham e vivem do seu trabalho...e dos que trabalharam 40 anos e mais e vivem da sua reforma,quantas vezes de miséria? Os reformados vão deixar?

Abraço

Antuã disse...

É preciso lutar até à vitória.

Nelson Ricardo disse...

A cambada já anda a preparar as jogadas de bastidores para tomar o palco e repetir a mesma peça que nos vem sendo apresentada desde há 34 anos. É altura dos espectadores porem fim à tragicomédia e iniciar um épico.

Um Abraço.

Mar Arável disse...

Tens razão

com estes pastores

é preciso despertar

Maria disse...

Sabia que a ideia não era nova cá no burgo, só que já não me lembrava quem a tinha 'parido'...
Dia 29 vai ser uma enorme jornada de LUTA!

Um beijo grande.

Justine disse...

E nós não vamos deixar!

GR disse...

FMI, tantas vezes gritamos.
Mesmo que as moscas mudem... continuaremos a gritar,já no dia 29 de Maio.
A Luta é o Caminho!

Bjs,

GR

Fernando Samuel disse...

Graciete Rietsch: dia 29 todos os caminhos vão dar a Lisboa...
Um beijo.

samuel: não tenho dúvidas.
Um abraço.

smvasconcelos: só com a luta daremos a volta a isto.
Um beijo.

Curioso do Mundo; exacto, também os que já trabalharam e deviam ter mas não têm pensões e reformas dignas.
Um abraço.

Antuã: e sem desanimar.
Um abraço.

Nelson Ricardo: é mais do que altura para isso...
Um abraço.

Mar Arável: ... e dar-lhes o que merecem...
Um abraço.

Maria: quem é que havia de ser?...
Um beijo grande.

Justine: faremos tudo o que for possível para.
Um beijo.

GR: e nesse dia seremos muitos a gritar muito.
Um beijo.