OBVIAMENTE, DEMITO-OS

O Governo Sócrates/Passos Coelho acaba de aprovar o diploma com o qual, à luz das «medidas para responder à crise», decide sobre o subsídio de desemprego.
A partir de agora vai ser assim:

- os desempregados vão ter de aceitar trabalho noutra profissão que não a sua; e se forem despedidos dessa nova profissão, vão ter de aceitar trabalho noutra profissão- e assim sucessivamente.
Se não aceitarem estas condições, deixarão de receber o subsídio de desemprego - obviamente.

- os desempregados vão ter de aceitar ganhar menos do que ganhavam na sua profissão; e se forem despedidos dessa nova profissão, vão ter de aceitar ganhar menos do que ganhavam nessa nova profissão - e assim sucessivamente.
Se não aceitarem estas condições deixarão de receber o subsídio de desemprego - obviamente.

A ministra do Trabalho - sindicalista made in ugt - considera que estas medidas são muito positivas, porque combatem o desemprego. já que, diz ela, «aceleram o regresso dos desempregados à vida activa» - obviamente.

Estas e outras medidas da mesma família - como o aumento dos impostos, o assalto aos salários e pensões, o aumento do preço de todos os bens e serviços essenciais, etc, etc. - têm sido muito louvadas pelos chefes da União Europeia que apontam os governantes portugueses como cumpridores exemplares das ordens deles emanadas - obviamente.


Não comento, por agora.
No próximo dia 29 e seguintes... obviamente, demito-os.

10 comentários:

poesianopopular disse...

Eles já estão a auto-demitir-se,mas,o que eles precisavam, era de serem ileminados,perdão julgados!
Abraço

GR disse...

O subsídio de desemprego é pago pelo próprio trabalhador.
Se colocarem os desempregados com mais de 50 ou 55 anos em empregos temporários, os jovens desempregados ou à procura do 1º emprego, continuarão desempregados.
Ou seja,
- Os desempregados ficarão com menos dinheiro.
- Os jovens desempregados vão ver os anos a passar, sem nunca terem trabalhado
- O país se está mal, ficará muito pior.
Ou seja,

TODOS À GRANDE MANIFESTAÇÃO DE 29 DE MAIO!

Bjs,

GR

Anónimo disse...

Por que é que não se põe essa cabra no desemprego permanente, sem direito a qualquer subsídio?

Rui Silva

filipe disse...

Patifarias, afinal, do novel governo PS/PSD, tradicionalmente chamado do "Bloco Central" mas, de facto, o governo dos "Direitosos Coligados"...sem nada de centro!
Por mim, também podem auto-demitirem-se, emigrarem ou, de preferência, "dar[em] às de Vila Diogo"!...
Pelo nosso lado, tudo e todos à Jornada de 29/5!
Abraço.

Graciete Rietsch disse...

Lacaios do imperialismo!!!!!
afinal não comos nós que pagamos todos esses subsídios que apre goam por aí? Basta de tanta mentira!!!!!

Um beijo.

Maria disse...

Vamos pô-los TODOS no desemprego dia 29!!!

Um beijo grande.

samuel disse...

Ah... se o povo acordasse mesmo... mas sem ser para a baderna. Para os pôr na rua e de vez!

Abraço.

Fernando Samuel disse...

poesianopopular: um grande abraço de boas vindas!

GR: é a política de direita - que só pode ser vencida pela luta de massas.
Um beijo.

Rui Silva: olha que essa ideia não é nada má...
Um abraço.

filipe: é na luta de massas que está o segredo... de classe.
Um abraço.

Graciete Rietsch: nós pagamos tudo e eles comem tudo...
Um beijo.

Maria: vamos a isso.
Um beijo grande.

samuel: mais dia menos dia...
Um abraço.

Nelson Ricardo disse...

Os abutres andam por aí e já não vêm o dia em que finalmente rapinem o povo que vai definhando. Dia 29 é para nos libertarmo dos abutres.

Um Abraço.

Membro do Povo disse...

E mais uma vês me sinto um sacrificado de um sistema corrupto. E penso que não é não será no dia 29 que esta questão estará resolvida! Mas até a mais longa das jornadas começa com um só passo, não é verdade? Pois esta já começou a algum tempo, e pode até demorar décadas mas não para sempre. Nem que demore décadas o rumo disto vai mudar e cada um dos dias de Luta terão valido a pena!