QUAL É A NOTÍCIA DO DIA?

Eis a notícia do dia na generalidade dos jornais do grande capital:
«As fortunas dos 25 mais ricos aumentaram 17, 8%»

No desenvolvimento da notícia, ficamos ainda a saber que
«As 25 maiores riquezas valem 17, 4 mil milhões de euros e representam 10, 1 % do PIB».

Os jornais não dizem, mas podiam e deviam dizer, que para estes 25, quanto mais «crise», melhor...
Mas deixemos isso, por agora, e fixemo-nos naquele que é o detentor da maior das 25 maiores fortunas: Américo Amorim: «2, 6 mil milhões de euros».

E, a propósito, ouçamos esta história exemplar que o Avante! de hoje nos conta:

Em Maio de 1974, a corticeira Mundet encontrava-se em falência técnica.
Graças à acção dos trabalhadores, com imenso trabalho, fruto de uma vastíssima carteira de encomendas, grande parte dela sustentada pelos países socialistas de então, e que permitiu retirar a empresa do atoleiro em que a administração corrupta, fascista e incompetente a tinha colocado, a Mundet foi salva.
Posteriormente, Mário Soares, então primeiro-ministro, recusou fazer da Mundet uma empresa pública e, seguindo pelos trilhos da sua democracia, optou pela democrática decisão de a entregar aos antigos patrões.
Assim começou o definhamento da empresa que, em 1985, deixou de pagar atempadamente aos trabalhadores e foi à falência.
Por iniciativa dos trabalhadores e das suas estruturas representativas, foi aprovado em assembleia-geral de credores um plano de viabilização da empresa, plano que os governos PS/PSD/CDS não respeitaram:
preferiram - sempre trilhando o caminho da democracia... - optar pela criação de monopólio no sector corticeiro e entregá-lo à família Amorim» - a tal que, como vimos lá em cima, é hoje a 25ª mais rica do País...

Quanto à Mundet, encerrou e 1988, ficando por pagar salários de trabalhadores, bem como as respectivas indemnizações.
Os trabalhadores recorreram para os tribunais.
A resposta destes tardou, tardou, tardou... e finalmente chegou: neste ano de 2011, 23 anos passados...

POR DECISÃO DO TRIBUNAL DA RELAÇÃO DE LISBOA, OS TRABALHADORES COMEÇARAM A RECEBER AS INDEMNIZAÇÕES.

Dir-se-á que mais vale tarde que nunca... mas quem isso disser está profundamente enganado: também a decisão do Tribunal segue à risca os trilhos de democracia nos quais se movimentam a política de direita e a sua justiça:
O VALOR DAS INDEMNIZAÇÕES DOS TRABALHADORES VARIA ENTRE 26 CÊNTIMOS E 30 EUROS.

Agora, digam lá: entre a notícia dos 25 mais ricos e a notícia das indemnizações de 26 cêntimos a 30 euros, qual é a notícia do dia?

13 comentários:

albano ribeiro disse...

É uma parte da m... de jornalistas que há,quase todos bem encaixados nas tvs e jornais que representam a corja dos ricos e afins, como a igreja, etc.
Não existe ética nem moral nestes "escrevinhadores" .
abraço

joão l.henrique disse...

"A notícia do dia" nos média, é repetidamente, a mesma há 35 anos.
"Os trabalhadores têm que trabalhar sem condições e sem contratação colectiva" para os exploradores do povo mais o Governo; sugarem, sugarem bastante até ao dia que irão rebentar,pela força da razão...

Um abraço.

Anónimo disse...

joão l.henrique,

Não é trabalhar sem condições...os trabalhadores para conseguirem uma regalia, sai-lhes do corpo, muito pagam com a vida.

Os patrões tem os governos a negociar em consertação por eles.
João Proença, esse ilustrissimo sindicalista aprovou tudo o que havia para aprovar nos tempos do Socrates, no entanto calou-se agora só diz merda.
Até Cavaco enche a boca de consertação.

Se não reagir-mos estamos fritos

Abraços

Bolota disse...

Qual anonimo qual porra o post acima é do Bolota

Graciete Rietsch disse...

E não sentem sequer uma pontinha de vergonha esses corruptos que agem em nome da democraCIA?!
É tão triste, tão triste este comportamento que dá para chorar de raiva.

Um beijo.

samuel disse...

Para a nossa comunicação social, a notícia das "indemnizações" é material para programas de humor...
A outra é que dá fotos giras, de "gente bonita"...

...mas partilhamos (para não variar) uma das notícias. :-)))

Abraço.

GR disse...

Enlouqueço só de ouvir a notícia,
“INDEMNIZAÇÕES DOS TRABALHADORES VARIA ENTRE 26 CÊNTIMOS E 30 EUROS”

Depois de ter lido que o Estado gasta cerca de MIL EUROS/dia, apenas com três administradores executivos dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo.
E o seu presidente executivo, que é espanhol, tem direito a viagens aéreas pagas pela empresa quando vai ao seu país. Francisco Gallardo tem uma remuneração anual de 110 000 euros.

Este país tornou-se desumano.

BJS,

GR

cid simoes disse...

A notícia do dia: "amanhã os funcionários do Ministério da Agricultura deixam de usar gravata mas continuam com a corda ao pescoço"

Maria disse...

É a maior filha de putice que já vi feitas por todos estes sacanas.
Desculpa, Fernando Samuel, mas não há outras palavras. MS sabia MUITO BEM o que estava a fazer. Os OUTROS também.
Não aguento!

Um beijo grande para ti.
(desculpa o palavreado)

Pintassilgo disse...

Os proxenetas estão como peixe na água.

Eduardo Miguel Pereira disse...

Camaradas amigos, lia aqui as linhas do Fernando e, acreditem, fiquei com os olhos rasos de água, digo-vos isto de coração aberto.

Não sei se aquilo que sinto é ódio, se é tristeza, se é desespero, se é ...loucura !

Não sei se aguento isto muito mais tempo. Isto arrasa um gajo até à medula.

Eu estou sempre a contrariar o impeto de "partir esta merda toda", mas tenho alturas em que penso que, ou se vai por aí, ou então o melhor é sair daqui para fora ... desistir !

Ah ! e aviso já esse calhordas do anónimo chispalhado que escusa de vir para aqui pegar nas minhas palavras e botar discurso sobre o revisionismo do PCP, e outras acefalias que tais, porque essa merda comigo não pega e não estou com pachorra nenhuma para aturar parvalhões desses.

Fernando Samuel disse...

albano ribeiro: é um facto.
Um abraço.

joão l.henrique: é a democracia deles em acção.
Um abraço.

Bolota: governos,proenças, cavacos & Cia...
Um abraço.

Graciete Rietsch_ vergonha?: sabem lá eles o que isso é!...
Um beijo.

samuel: eles condenam-nos a essa partilha...
Um abraço.

GR: desumano é pouco...
Um beijo.

cid simões: uma corda que vai apertando, apertando...
Um abraço.

Maria: eles todos sabem o que fazem, por isso não merecem perdão...
Um beijo grande.

Pintassilgo: e se lhes tirássemos a água?...
Um abraço.

Eduardo Miguel Pereira: como tu sabes, a melhor forma de «aguentar isto», é lutar contra isto - lutar com lucidez, determinação e paciência revolucionária.
Um abraço.

João Soares disse...

Consordo em absoluto com a crónica de Fernando Samuel e publiquei-a no meu blogue. A mass media só quer transmitir lucros, boas notícias dos ricos, as estrelas balofas que por lá andam e explorar telenovelísticamente focos de violência como se todos os pobres fossem uns bandalhos e traficantes de drogas e armas.
Não temos o império do "News of th World" mas a Imprensa faz-se do género.
Podem juntar o meu blogue de educação ambiental BioTerra na vossa lista. Estamos juntos.