POEMA

NÃO


2


Nos intervalos do almoço,
sentados nos andaimes cheios de manchas de cal
ou na beira do rio,
vimos erguer-se das nossas mãos calosas a realização mais lírica de todos os tempos.
Os nossos fatos estavam manchados de óleo, companheira,
e as nossas botas carregadas de barro.
Mas que interessava o óleo, companheira, e o barro,
se os teus olhos estavam imensamente rasgados para horizontes desconhecidos
como duas estrelas projectadas na noite?
Depois veio a traição dos aeroplanos e das máquinas inimagináveis,
a traição dos corpos agarrados à carne machucada,
a traição da cabeça partindo para sonhos impossíveis;
e ficou só o óleo e o barro,
as manchas de cal e o rio abandonado...
e as nossas lágrimas impossíveis de estancar.


Mário Dionísio

(«Com Todos os Homens nas Estradas do Mundo»)

7 comentários:

samuel disse...

O Futuro limpará o óleo, o barro, a cal, o rio... e estancará as lágrimas. Correrão, certamente, outras...

Abraço.

Maria disse...

Passemos então ao Futuro, com um sorriso rasgada.
Que 'poemaço' estes!

Um beijo grande.

Graciete Rietsch disse...

O sonho acabará mesmo por se cumprir e as lágrimas serão de alegria.
Outro grande poema.

Um beijo.

beta disse...

Olá camarada. Como já várias vezes aqui disse, venho cá todos os dias, umas vezes com meis tempo, outras com menos.
E para além de ler e aprender com todos os teus post's, aprendo também com os poetas que aqui encontro. E não raras vezes surripío poemas, que transporto para outros lados, onde luto as mesmas guerras e mostro-os a outras pessoas.
Neste mês de Abril resolvi mostrar a mulher que foi Maria Lamas e alguma da sua poesia. Mas sabes uma coisa? Não consigo encontrar livros dela, em nenhuma livraria!! Estão esgotados, ou em stock zero, ou sem indicação, ou não voltaram a ser editados, ou ou ou ou... Conclusão: não encontro nada dela, nas livrarias!
E tu camarada? Não tens nada sobre a Maria Lamas? Ou não me poderás dar a indicação do caminho a seguir?
E os camaradas e amigos que visitam o Cravo de Abril?
Entretanto vou continuar à procura.

Um abraço

Beta

smvasconcelos disse...

Olá Beta:

Eu sugiro a livraria Esperança http://livraria-esperanca.pt/loja/

Podes encomendar os livros online, caso tenhas alguma dificuldade podes contactar-me. Lá encontrei as seguintes obras da Maria Lamas:
A estrela do norte;brincos de cereais; cartas de maria alamas; Mitologia geral; o vale dos encantos; para além do amor...

bjs

Justine disse...

Muito, muito belo!

MR disse...

Sempre a construção do sonho. Mas, vinda do horizonte onde se busca a esperança, logo a destruição implacável.
... e a tradução de um desespero incontido.

Expressão de um vale no percurso da luta, que a vida contém.