O PRECEITO BÍBLICO

Eufórico, o Diário de Notícias informa que José Eduardo Moniz, ouvido pela ERC, afirmou que o Governo de Santana Lopes «pressionou a TVI para que afastasse o comentador Miguel Sousa Tavares da estação» - era então ministro responsável pela comunicação social o então célebre Rui Gomes da Silva.

Umas linhas adiante, o DN, eufórico - e em prosa cobertura de guerra - lembra que as revelações de Moniz «podem ser hoje utilizadas pelo PS como arma de contra-ataque na Comissão Parlamentar de Inquérito ao negócio PT/TVI».

Mais umas linhas adiante, o DN, sempre eufórico - e sempre com o instinto guerreiro ao rubro - lembra outra vez que, revelando as «alegadas pressões» do PSD, Moniz «deu balas ao PS para se defender».

Quer isto dizer que a batalha naval está para durar.
(A não ser que Sócrates e Passos Coelho tenham assinado um acordo de tréguas que lhes permita, em acção conjugada e combinada, impor o PEC comum aos dois...)

Em todo o caso, no caso em questão há que registar, para já, um empate:
O PS quis correr com a Manuela Moura Guedes, o PSD quis correr com o Miguel Sousa Tavares.

Entretanto, aguardemos para ver de que mais «armas de contra-ataque» e de que mais «balas» vai dispor cada um dos contentores, perdão: contendores.

Por mim, desejo que quanto mais armas e balas, melhor, quer para um, quer para outro.
E desejo que as utilizem, em força, um contra o outro - e o outro contra o um.

Para que se cumpra o conhecido preceito bíblico (naturalmente com as devidas adaptações à situação):

Matai-vos uns aos outros!

9 comentários:

Maria disse...

Delicioso, este post...
Tenho a mania de ouvir as comissões na Ar - as que têm muitos nomes e diferentes - e quando eles se desdizem ou contradizem é mesmo só para rir...

Que se matem. Nós ficaremos a ver...

Um beijo grande. Cheio de Maio Vermelho.

Anónimo disse...

Amen!

excelente post...

Graciete Rietsch disse...

Excelente e esclarecedor.
Matem-se uns aos outros para que possamos viver.

Um abraço grande.

Nelson Ricardo disse...

O problema é que a corja se trata bem, mesmo que tenham cores diferentes. Ali nunca há ódios e os jornais como o DN lá estão para fazer as honras da corte.

Pintassilgo disse...

Que bom seria se eles se matassem uns aos outros...

filipe disse...

Enquanto prosseguem com a encenação destas guerras do alecrim e manjerona, muito juntinhos, estes cara-metades vão tramando novos ataques e roubalheiras contra os direitos dos trabalhadores, contra o povo e contra a independência nacional.
Temos mesmo que lhes dar uma ajuda, para que a figura bíblica se cumpra - mais ou menos figurativamente, logo se vê.
Abraço.

joão l.henrique disse...

PS ou PSD??? Tenho sempre muitas dúvidas quando pretendo indicar, o original ou a fotocópia.

Um abraço.

Fernando Samuel disse...

Maria: e que vão morrer longe...
Um beijo grande com um VIVA MAIO.

Anónimo: um abraço.

Graciete Rietsch: era bom, era...
Um beijo.

Nelson Ricardo: ali só há ódio de classe.
Um abraço.

pintassilgo: querias...
Um abraço.

filipe: cara-metades é bem observado...
(o 1º de Maio vai ser em grande)
Um abraço.

joão l.henrique: a diferença é apenas um d...
Um abraço.

Anónimo disse...

La ringrazio per Blog intiresny