A FOME

Eis alguns dados sobre a fome:

- Mais de mil milhões de pessoas passam fome - ou seja: um em cada seis habitantes do planeta passa fome.
- Dessas, morrem todos os dias dezenas de milhares, na sua maioria mulheres e crianças.

- Em cada seis segundos morre uma criança. À fome.

- A imensa maioria dos que morrem à fome é oriunda dos «países mais pobres» - que são mais pobres porque os mais ricos lhes roubam as suas riquezas.

- A fome também marca presença nos «países mais ricos»: dos 10, 9 milhões de crianças com menos de cinco anos que morrem todos os anos nos «países desenvolvidos», 60% morrem em consequência da fome.

«A fome mata mais pessoas do que a sida, a malária e a tuberculose juntas».


Quer isto dizer que o número de vítimas da fome continua a aumentar.
Entretanto, prosseguem as «conferências», os «seminários», os «fóruns», os «anos europeus» e os «anos mundiais» que, desde há muito anos, garantem que vão acabar com a fome - mas que, até agora, apenas conseguiram aumentar as riquezas dos mais ricos.


Quanto a nós por cá... tudo bem:
«A falta de comida já afecta 95 mil crianças»
«O Banco Alimentar está a dar comida a 285 mil pessoas» - são «dez vezes mais do que a média do ano passado» e o brutal aumento deve-se, entre outras coisas, à entrada no reino da fome dos chamados «novos pobres» - que são aqueles que têm emprego e salário fixo, mas cujo rendimento não chega para comer.

É assim a vida no capitalismo que é, há centenas de anos, o sistema dominante.
E assim será enquanto o capitalismo dominar.
Até que as vítimas da fome se levantem e construam «uma terra sem amos»...

11 comentários:

Maria disse...

Preciso de respirar fundo depois de te ler. Sabemos que é assim. Saberão os outros?
Vou levar este texto para lá. Vai sair à meia noite. Para que quem passar por lá nos próximos dias o possa ler. E absorver.

Um beijo grande.

pedras contra canhões disse...

as vítimas que ninguém conta e por quem ninguém é responsável.

samuel disse...

De pé!

Abraço.

Ana Martins disse...

Vida?

Abraço

Graciete Rietsch disse...

Texto maravilhosamente triste mas que, por isso mesmo, é um fantástico apelo à luta.

Obrigada camarada e um beijo.

smvasconcelos disse...

É chocante depararmo-nos com a miséria humana, seja onde for... este sistema, já comprovou que só serve a uma minoria, mal-intencionada , que enriquece e prospera com o sacrifício de milhões! De facto, é tempo de todos nos isurgirmos contra esta "terra de amos" esclavagistas...
beijo.

o Pedro que procura Inês disse...

até que os esfomeados tenham fome de JUSTIÇA!

Fernando Samuel disse...

Maria: estas são notícias que passam despercebidas (mesmo quando saem nas primeiras páginas) afogadas no oceano das «notícias de todos os dias»...
Um beijo grande.

pedras contra canhões: como convém ao capitalismo explorador e opressor.
Um abraço.

samuel: se nada somos neste mundo, sejamos tudo, ó produtores...
Um abraço.

Ana Martins: pergunta pertinente...
Um beijo.

Graciete Rietsch: a realidade do capitalismo é triste...
Um beijo.

smvasoncelos: ou seja: a luta continua...
Um beijo.

o Pedro que procura Inês: exacto.
Um abraço.

GR disse...

Li ontem o post, porém não tive tempo de o comentar.
Hoje, reparo que entrou nos mail's de muitos de nós ou do mundo inteiro, também o recebi e já reenviei.
Este texto é serviço público, parabéns.

Bjs,

GR

Fernando Samuel disse...

GR: um beijo.

Antuã disse...

Que pensa disto o tal Mário Soares que em 1975 tanto lutou contra o socialismo de miséria?!...