POEMA

CARTILHA DE GUERRA ALEMÃ (7)


É noite. Os casais
vão deitar-se nas camas.
As mulheres novas
vão parir órfãos.


Brecht

7 comentários:

Graciete Rietsch Monteiro Fernandes disse...

100 milhões de mortos é muita coisa. Mas contando com os que deram a vida para derrotar o nazismo e todos os que mmorreram e vão morrendo pela conquista de um mundo digno, até talvez seja um número pequeno. O homem enganou-se nas contas.Beijos.

Maria disse...

Terrível verdade!

Um beijo grande

samuel disse...

A lucidez no meio da metralha...

Abraço.

poesianopopular disse...

A Natureza - é implacável!
abraço

Graciete Rietsch Monteiro Fernandes disse...

Este meu primeiro comentário referia-se ao post seguinte mas também se enquadra bem aqui. O que Brecht conseguia dizer em duas palavras!!!
Beijos.

smvasconcelos disse...

Tocante...:(
beijo,

Fernando Samuel disse...

Maria: a verdade da guerra...
Um beijo grande.

samuel: e é a lucidez que vence.
Um abraço.

poesianopopular: um abraço.

Graciete Rietsch Monteiro Fernandes: e como o que escreveu há tanto tempo continua actual...
Um beijo.

smvasconcelos: um beijo.