TORTURA - 1950/2010

Fechado numa cela com dois metros por um, onde a temperatura atinge mais de 35 graus, sem artigos de higiene, sem relógio, sem rádio portátil,sem contacto com a família nem com o advogado, em regime de absoluta incomunicabilidade...
Não, não estou a falar de um preso numa qualquer prisão de uma qualquer ditadura apoiada pelos EUA em qualquer parte do mundo: falo de Gerardo Hernández, cidadão cubano, preso numa prisão de alta segurança dos EUA.
Gerardo Hernández é um dos cinco cubanos antiterroristas presos há cerca de 12 anos nos EUA e que, submetidos a uma farsa de julgamento, foram condenados a penas de prisão que chegam a «duas prisões perpétuas e mais 15 anos»...

A situação em que se encontra Gerardo Hernández foi denunciada, em Havana, pelo Presidente do Parlamento cubano, Ricardo Alarcón - que apelou à solidariedade internacional para com Hernández e os seus quatro companheiros presos.
Presos nos EUA - país que diz ter como preocupação maior o combate ao terrorismo - por combaterem o terrorismo...

Alarcon afirmou que a situação prisional de Gerardo Hernández «equivale a tortura».

É exactamente de tortura que se trata.
Sobre isso, pronunciou-se Álvaro Cunhal quando, perante os juizes fascistas - depois de denunciar as brutalidades a que havia sido submetido pela Pide, nos interrogatórios - referiu o regime de absoluta incomunicabilidade em que vivia há mais de um ano:
«Estou em condições de dizer que um ano de isolamento não é menos duro que os referidos maus tratos. Não há, pois, qualquer exagero ao dizer que o referido regime de isolamento é uma nova forma de tortura».

Isto era em Portugal, no ano de 1950, em plena ditadura fascista.
O caso de Gerardo Hernández passa-se nos EUA, no ano de 2010, em plena «era Obama»...

15 comentários:

Maria disse...

É o tal país das 'amplas liberdades'... que afinal envergonham toda a Humanidade.

Denunciar isto é preciso!

Um beijo grande.

joão l.henrique disse...

Tens toda a razão, é exatamente de tortura que se trata.

Um abraço.

do Zambujal disse...

Há que continuar a denúncia como tu o estás a fazer. Todos!

Um abraço

smvasconcelos disse...

Os "arautos dos direitos humanos", a descobrirem a sua verdadeira face: a de bárbaros impiedosos,torturadores e terroristas.
Espero que a solidariedade internacional impere para desmascarar e reverter esta vergonha!
um beijo,

samuel disse...

A era Obama é uma coisa para os jornais... inventada nos jornais... que irá para o lixo, como os jornais.

Abraço.

Antuã disse...

Temos que ser mais a denunciar.

Graciete Rietsch disse...

Pela libertação dos 5 anti terroristas cubanos!!!!!
Contra a farsa da greve de fome de criminosos comuns que até tiveram assistência do Estado Cubano!
Contra o efeito mediático das damas de branco!!
Lutaremoos, lutaremos e
CUBA VENCERÁ!!!!!!
Uma homenagem a Alex e a todos que morreram pela liberdade!!!

Um beijo.

salvoconduto disse...

Vais ver que o Fariñas ainda vai fazer uma nova greve de fome...

Lá é que há presos políticos, topas?

Pintassilgo disse...

A capital do terrorismo é Washington.

Medronheiro disse...

É necessário que enviemos estas denúncias para todos os nossos contactos.

Membro do Povo disse...

Esse grande país das liberdades onde está sediada a ONU, organização redactora da carta dos direitos humanos, carta essa que proíbe expressamente a tortura...

alex campos disse...

Lenine chegou à conclusão que a fase superior do capitalismo é o imperialismo. Já há uns anos. Depois de atravessarmos o século XX, chegamos à conclusão que há uma fase ainda mais avançada: o terrorismo.

um abraço

alex campos disse...

Quer dizer, "o capitalismo evoluiu".

Fernando Samuel disse...

Maria: aquilo é só liberdade...
Um beijo grande.

joão l.henrique: tortura mesmo tortura.
Um abraço.

do zambujal: vamos a isso.
Um abraço.

smvasconcelos: a solidariedade é mais necessária do que nunca.
Um beijo.

samuel: afinal, o destino que merece...
Um abraço.

Antuã: temos que chegar a mais e mais gente.
Um abraço.

Graciete Rietsch: subscrevo...
Um beijo.

salvo conduto: admira-te!...
Um abraço.

Pintassilgo: e tem feito tudo para isso...
Um abraço.

Medronheiro:´«é preciso avisar toda a gente»...
Um abraço.

Membro do Povo: esse grande país dos crimes mais brutais contra a humanidade.
Um abraço.

Alex Campos: está sempre a «evoluir»...
Um abraço.

Anónimo disse...

lol Quanta escravidão, tortura, fome e desrespeito pelos direitos humanos existe em Cuba, Coreia do Norte, China, etc?????