HONDURAS: O FASCISMO

Nas Honduras, os fascistas - no poder graças ao apoio do Governo de Obama - prosseguem a sua acção criminosa.
Bastaria o que acima é dito para ficarmos com uma ideia aproximada da situação existente naquele país.
Ou seja: sabendo-se o que é o fascismo, as práticas brutais a que recorre, oe métodos terroristas que utiliza, não é difícil imaginar as consequências dessas práticas e desses métodos.
No entanto, todos os dias chegam notícias com exemplos concretos da repressão, da violência, da brutalidade que pesam sobre o martirizado povo hondurenho.

Notícias que os média dominantes ocultam, como lhes compete - e como os seus «critérios informativos» impõem: na verdade, se esses média informassem sobre a repressão, a brutalidade, os crimes cometidos, como é que poderiam continuar a «informar» sobre a «democracia» exemplar existente naquele país?...


Eis a mais recente notícia chegada das Honduras:
Berta Oliva, presidente do Comité de Familiares de Detidos e Desaparecidos, acaba de anunciar a descoberta de uma vala comum com mais de 100 cadáveres de pessoas assassinadas nos últimos três meses.


Entretanto, a luta do povo hondurenho pela liberdade e pela democracia continua.
E continuará.
Até que os fascistas locais e os seus chefes superiores instalados na Casa Branca sejam definitivamente escorraçados das Honduras - o que acontecerá, mais tarde ou mais cedo.

10 comentários:

Mário disse...

Se não fosse por este blogue eu nem saberia que tinha havido um golpe de estado nas Honduras.

São estas as SIC's, RTP's e TVI's que temos.

samuel disse...

Verdades tão "inconvenientes"!

Abraço.

Antuã disse...

E tantos heróis que continuam a morrer pela dignidade humana!

Anjos disse...

"...que sejam definitivamente escorraçados das Honduras" e de muitos outros lugares deste planeta!
E que não demore para que possamos testemunhá-lo.

Maria disse...

"Mais cedo do que tarde de novo se abrirão as grandes avenidas por onde passará o homem [livre] digno que quer construir uma sociedade melhor..."

Salvador Allende, 11.9.1973

Um beijo grande.

Fernando Samuel disse...

Mário: por isso, é preciso avisar toda a gente...
Um abraço.

samuel: por isso tão bem escondidas...
Um abraço.

Antuã: em várias partes do mundo..
Um abraço.

Anjos: ou então que demore o menos possível...
Abraço.

Maria: ele sabia...
Um beijo grande.

Nelson Ricardo disse...

Honduras vencerá contra todos os caudilhos e fascistas.

Um Abraço.

Fernando Samuel disse...

Nelson Ricardo: com a luta do seu povo e a nossa solidariedade.

Um abraço.

Membro do Povo disse...

Permite-me uma correcção ao teu texto: ...povo martirizado e resistente...
Na verdade um grande exemplo (senão o maior) de resistência antifascista.

Fernando Samuel disse...

Membro do Povo: sem dúvida: povo martirizado e resistente.
Um abraço.