DUAS NOTÍCIAS DA CRISE

Primeira notícia:
Entre Março e Junho deste ano, a afluência às cantinas da União das Misericórdias Portuguesas aumentou 60 por cento - e não aumentou mais porque a capacidade das referidas cantinas chegou ao limite.
Ou seja: a pobreza cresce de tal maneira que já não há sopa dos pobres que chegue para tantos pobres.
Quer isto dizer que a crise atinge brutalmente a imensa maioria dos portugueses.

Segunda notícia:
Vendas de carros de luxo estão a aumentar. Jaguar e Porsche viram negócio disparar, só no mês de Junho, mais de 100 por cento - e há filas de clientes à espera de vez.
Ou seja: as grandes fortunas crescem de tal maneira que não há jaguares nem porsches que cheguem para tanta opulência.
Quer isto dizer que a crise favorece generosamente a imensa minoria dos portugueses.

Trata-se de duas notícias que espelham luminarmente a política de direita que PS, PSD e CDS/PP têm vindo a aplicar ao longo de longos 34 anos.
Não acham que é tempo de pormos termo a isto?

10 comentários:

Mário disse...

e por isso lutamos, e lutaremos...

GR disse...

O fosso entre os ricos e os pobres não pode estar mais distante.
O trabalhador não tem dinheiro para a saúde, habitação ou ensino, contudo, é ele quem paga a crise.
Como é possível o povo não se revoltar (Lutar) reivindicar, mais?
A Luta é o Caminho!

Bjs,

GR

joão l.henrique disse...

É com esse objectivo que todos os dias vamos intervindo e lutando.

Um abraço.

samuel disse...

"Levanta-te meu povo, não é tarde
agora é que o mar canta, é que o sol arde
Pois quando o povo acorda é sempre cedo"

Abraço.

Graciete Rietsch disse...

O que cresce exponencialmente numa minoria tem que atingir drasticamente a maioria.
É preciso lutar, desmascarar,retomar ABRIL urgentemente.

Um beijo.

smvasconcelos disse...

É mais do que tempo, sim!!
beijo

poesianopopular disse...

Há trinta e cinco anos -já era tarde demais!
Abraço

Maria disse...

Já devia ter sido, há muito tempo. Mas AINDA vamos a tempo...

Um beijo grande.

Anónimo disse...

só por acaso, grande parte dos carros de luxo e das brutais vivendas, no baixo alentejo, pertencem a "malta" da esquerda... que engraçado!

Fernando Samuel disse...

Mario: até à vitória.
Um abraço.

GR: sigamos, então, o caminho.
Um beijo.

joão l.henrique: e que alcançaremos.
Um abraço.

samuel: chegou a hora de acordar...
Um abraço.

Graciete Rietsch: lutar por Abril de novo.

smvasconcelos: se é!...
Um beijo.

poesianopopular: mesmo assim, temos que acabar com isto...
Um abraço.

Maria: mas temos que nos despachar...
Um beijo grande.

Anónimo: Pois.