MATAR, MATAR, MATAR

«Falsos positivos» são aqueles milhares de colombianos, regra geral jovens, raptados pelos criminosos a soldo do chefe de criminosos Uribe e que, depois de assassinados, são apresentados publicamente como guerrilheiros «mortos em combate» - assim confirmando o êxito do regime do narcotraficante Uribe no combate contra os «terroristas»...

Comentando a descoberta de uma vala comum com 2000 corpos, em Macarena, a senadora Piedad Córdoba afirmou: «Aqui foi onde começou realmente a política que se conhece como "falsos positivos»: os assassínios a sangue frio para reclamar recompensas, para conseguir promoções, para pedir férias...»

Na verdade, todos estes crimes têm origem numa «instrução secreta» dada por Uribe em 2005 - uma espécie de ordem para matar, matar, matar - que eu pago...
Por um lado o facínora Uribe tinha necessidade de mostrar obra feita ao patrão Bush.
Por outro lado, os criminosos recebiam prémios pelos assassinatos que faziam, e trataram de matar, matar, matar...
E como, matar guerrilheiros das FARC ou do ELN não só não era fácil como implicava riscos..., os assassinos escolheram heroicamente o caminho mais fácil e mais rentável: passaram a assassinar jovens que nada tinham a ver com a guerrilha, apresentando-os, depois, como se fossem guerrilheiros.
E o narcotraficante Uribe - medalha da liberdade de Bush e criado para todo o serviço de Obama - pagava, pagava, pagava...

Foi assim - a matar, matar, matar - que o criminoso Uribe construíu a «democracia colombiana».
Tão apreciada pelos seus patronos dos EUA e da União Europeia - e tão louvada pelos média dominantes.

9 comentários:

Membro do Povo disse...

Assassínios democráticos uma vês que servem os interesses imperialistas na América Latina. Um dia estes crimes serão julgados pelo Povo.

poesianopopular disse...

Cada um é pró que nasce!
Este facínora, escolheu ser capacho
para governar a vida, mas se alguma vez quizer mudar: já sabe o que lhe acontece!
Abraço

Graciete Rietsch disse...

Há crimes que nunca poderão ser perdoados. E não me refiro só aos assassinos directos mas principalmente aos mandantes Bush e Uribe cujos caminhos tenebrosos nem sequer sofreram a tentativa de serem travados por parte do novo imperador Obama.
Um abraço.

samuel disse...

E assim desapareceram milhares de camponeses, sindicalistas incómodos, estudantes, jovens trabalhadores... e até mendigos...

Abraço.

Maria disse...

Assassinos que continuam a trilhar o mesmo caminho. Até um dia, que o Povo se levante!
Um horror.

Um beijo grande.

GR disse...

Uribe também mandou assassinar milhares de Indignas, milhares de mulheres que faziam trabalhos forçados foram assassinadas, depois de terem sido brutalmente violadas.
Uribe é um assassino calculista!

Bjs,

GR

Antuã disse...

Esta é a sifilização ocidental tão apregoada por Salazar.

filipe disse...

Horrorizados pela dimensão inimaginável desta carnificina, de facto só possível a mando dos patrões neofascistas de Uribe, refastelados no poder nos EUA, um dia virá no qual, pela voz do povo colombiano libertado, saberemos da existência de mais valas comuns como esta, na martirizada terra colombiana.
Toda a nossa solidariedade à luta democrática e revolucionária na Colômbia, que um dia vencerá os seus algozes.
Um abraço!

smvasconcelos disse...

Isto é um holocausto em nome da "democracia". Um horror!
Um beijo,