QUE O APELO DE SÓCRATES SEJA OUVIDO

No primeiro dia foi - para além da apresentação ao público do caudaloso «partido de esquerda democrática, moderna e progressista» - a «campanha negra», esse exercício de dramática vitimização que emocionou até às lágrimas a assistência e proporcionou a alguns dos presentes, pungentes manifestações de «desagravo». Manifestações que, em matéria de glorificação do Chefe - e, sobretudo, em matéria de ridículo... - traziam à memória as velhas e famosas «manifestações espontâneas de desagravo», organizadas pela «União Nacional» em glorificação do salazarento Chefe.
Por isso - e por tudo o que viria a ocorrer nos dias seguintes - este não foi um congresso do PS: foi um congresso do Sócrates.

No segundo dia, foi o anúncio do cabeça de lista para a eleição do Parlamento Europeu, no segredo dos deuses até ao último momento: «uma figura de esquerda», para atestar a «viragem à esquerda» do PS - e para confirmar que com uma «esquerda» destas... já temos direita que chega e sobra.

Ao terceiro dia, foi o pedido da «maioria absoluta». Ou melhor, a exigência, já que, como avisou Sócrates... ou ele, «com maioria absoluta, ou o caos»...
E clamou que é necessário votar «contra os rostos do passado e as políticas fracassadas».
Infelizmente, não explicitou quem eram esses rostos e essas políticas, pelo que não sabemos se estava a referir-se a Mário Soares, a Guterres e aos governos PS; ou se estava a falar de Cavaco Silva, de Durão Barroso e dos governos PSD; ou se estava a falar de todos eles e de todos os governos deles...
É que o passado é isso: sucessivos governos do PS e do PSD a praticarem a mesma política de direita - essa política que Sócrates, nos últimos 4 anos, levou mais longe, para pior, do que qualquer dos governos que o antecederam.


Lutemos, então, para que o apelo de Sócrates seja ouvido: que o eleitorado vote «contra os rostos do passado, de Soares a Sócrates, passando por Cavaco e por Barroso, e as políticas fracassadas de todos os governos PS/PSD.
Ou seja: que o eleitorado vote bem; que vote em quem, de facto e em todas as situações, defende os seus interesses e direitos:
os candidatos da CDU - que têm estado na primeira fila da luta contra essas «políticas fracassadas»; que propõem uma política alternativa a essas «políticas fracassadas - e que, por isso, têm rostos do futuro.

7 comentários:

Maria disse...

Nem mais!
Até deu para sorrir o apelo dele...

Um beijo grande

antuã disse...

que vão todos dar uma volta ao bilhar grande.

samuel disse...

De mim não terão mais... e espero bem estar capaz e disponível para dar um "empurrãozinho", para além dos votos...

Abraço

"zé malhado" disse...

ou seja esse parvo do sócrates quando diz passado tambem inclui os desastres e incompetencia dele. fala mesmo falar verdade a mentir esse tipo.
VOTA PCP
MAIS FORÇA AO PCP
VAMOS ESMAGAR SÓCRATES E MANUELA

Hilário disse...

ESPERO QUE O APELO DO SOCRATES SE CUMPRA!
Votar contra os rostos do passado e a suas politicas, que são O PS,PSD,PP.

Um Abraço

Fernando Samuel disse...

Maria: ele está cada vez mais... sócrates...
Um beijo grande.

antuã: e que fiquem por lá...
Um abraço.

samuel: vamos a isso!
Abraço.

«zé malhado»: na realidade. ele é o passado.
Um abraço.

Hilário: vamos lutar para que assim seja.
Um abraço.

Ana Camarra disse...

Nem mais!