AS SIMPATIAS DO SOCIÓLOGO

Alberto Gonçalves - o «sociólogo» que aos domingos se entorna em toda uma página do Diário de Notícias - dispara, hoje, contra «alguns leitores apaixonados» que se insurgiram contra o seu escrito de há uma semana sobre a manifestação do dia 13 - escrito no qual o «sociólogo» uma vez mais desnudou o seu pensamento pescado à linha na direita mais cavernícola e reaccionária.
Diz Gonçalves que os tais «leitores» o acusaram de estar vendido aos «interesses governamentais» - acusação que o visado rejeita já que simpatia pelo Governo de Sócrates não é com ele, bem pelo contrário.

É verdade que Alberto Gonçalves não simpatiza por aí além com este Governo.
Porquê?:
em primeiro lugar, porque este Governo traz tacticamente atreladas a si as palavras «esquerda» e «socialista» - palavras que, mesmo não tendo rigorosamente nada a ver com a prática concreta do Governo de Sócrates, são perigosas, perigosíssimas, intoleráveis para o «sociólogo»...;
em segundo lugar, porque não simpatizando com este Governo, está a cumprir o sagrado dever de simpatizar com o que virá a seguir, ou seja, com a alternância que, disfarçada de «alternativa», deverá prosseguir a política de direita que há 33 anos tem vindo a ser aplicada por sucessivos governos PS/PSD.

E, atenção!, com essa política, o «sociólogo» simpatiza, e de que maneira! - tanto que se, nos seus textos de domingo, passasse a escrito o que lhe vai naialma, aplaudiria o facto, incontestável, de o Governo de Sócrates (mesmo «de esquerda» e «socialista»...) ter levado essa política de direita mais longe do que qualquer dos governos que o antecederam.
Portanto, que fique claro: o que ele não suporta - e teme! e treme! - é «as forças que estão por detrás» da manifestação do dia 13, que «sabem muito bem o que querem» - que é o oposto do que o «sociólogo» quer...

Tudo isto a confirmar que, na verdade, estão errados os tais «leitores apaixonados» que o acusam de estar vendido «aos interesses governamentais»: em rigor, ele está vendido, de facto, é aos interesses da política de direita ao serviço do grande capital.
Tudo isto a confirmar, também, que pelo seu conteúdo, os textos que Alberto Gonçalves escreve todos os domingos no DN actual, em nada diferem, no essencial, dos que os albertos gonçalves de há cinquenta anos escreviam no saudoso DN de então.
Ou no órgão oficial do regime fascista: o igualmente saudoso Diário da Manhã que, bem vistas as coisas, seria o espaço ideal para acolher os escritos dominicais de Alberto Gonçalves.
Porque aí, sim, o «sociólogo» teria possibilidade de, livremente, sem o recurso a quaisquer subterfúgios, expressar as suas verdadeiras simpatias...

9 comentários:

Paulinho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
samuel disse...

É o que faz andares a pensar em coisas que estão acima do chão, enquanto caminhas...
Agora tens um sapato cheio de alberto gonçalves. Yack!!!

Abraço

(o "autor" anterior sou eu, que agora dei para falhar os botões dos comentários...)

Antuã disse...

Os manifestantes são uns subversivos!....

Crixus disse...

Esse "sociologo" é a coisa mais abjecta que vomita verborreia nos meios de comunicação social. Para ser fascista falta-lhe pouco, falta assumir-se. O pior é que se identifica e defende as politicas deste governo "socialista".

Maria disse...

Porque raio será que apenas 200 mil lhe fazem tanta comichão? E quando forem mais?

Cuida do teu fígado...

Um beijo grande

Ana Camarra disse...

Não é bem simpatia é mais uma especie de namoro...

Anónimo disse...

Saudoso?
Saudosos?
- Só se fõr para os a.g.'s que por aí pululam...
Rui Silva

Fernando Samuel disse...

samuel: boa!
Um abraço.

Antuã: o melhor é mandá-los todos para Caxias...
Um abraço.

crixus: é um exímio propagandista da política de direita.
Um abraço.

Maria: faço por isso...
Um beijo grande.

Ana Camarra: uma identificação total...
Um beijo.

Rui Silva: exactamente, os saudosos são eles...
Um abraço.

flavia ribeiro peixoto disse...

Quem encontrar esta corrente de Nossa Senhora Aparecida deve fazer 4 cópias por dia durante 60 dias e tudo o que pedir será atendido. 6 donos de restaurante precisavam de 500 mil reais e conseguiram antes de 60 dias; uma menina ganhou na loteria e resoilveu o problema da família, os donos de um mercado perderam tudo o que tinham porque quebraram a corrente de Nossa Senhora Aparecida, fazer 4 por dia e publique. Quem encontrar esta corrente de Nossa Senhora Aparecida deve fazer 4 cópias por dia durante 60 dias e tudo o que pedir será atendido. 6 donos de restaurante precisavam de 500 mil reais e conseguiram antes de 60 dias; uma menina ganhou na loteria e resoilveu o problema da família, os donos de um mercado perderam tudo o que tinham porque quebraram a corrente de Nossa Senhora Aparecida, fazer 4 por dia e publique. Quem encontrar esta corrente de Nossa Senhora Aparecida deve fazer 4 cópias por dia durante 60 dias e tudo o que pedir será atendido. 6 donos de restaurante precisavam de 500 mil reais e conseguiram antes de 60 dias; uma menina ganhou na loteria e resoilveu o problema da família, os donos de um mercado perderam tudo o que tinham porque quebraram a corrente de Nossa Senhora Aparicida.fazer 4 copias e publicar.Quem encontrar esta corrente de Nossa Senhora Aparecida deve fazer 4 cópias por dia durante 60 m mercado perderam tudo o que tinham porque quebraram a corrente de Nossa Senhora Aparecida, fazer 4 por dia e publique. Quem encontrar esta corrente de Nossa Senhora Aparecida deve fazer 4 cópias por dia durante 60 dias e tudo o que pedir será atendido. 6 donos de restaurante precisavam de 500 mil reais e conseguiram antes de 60 dias; uma menina ganhou na loteria e resoilveu o problema da família, os donos de um mercado perderam tudo o que tinham porque quebraram a corrente de Nossa Senhora Aparecida e publique.