ISTO ANDA TUDO LIGADO

O erro do árbitro que apitou mal, prejudicando irremediavelmente uma equipa em favor de outra, transformou-se, desde sábado passado, no maior acontecimento nacional.
Todos os jornais, rádios, televisões - e muitos blogues - têm feito disso a notícia maior e arrastaram milhões de pessoas, por todo o País, a não pensar noutra coisa.
O País está em estado de choque perante tamanha... chame-se-lhe o que se quiser: injustiça, roubo, fraude, corrupção...
Circula um abaixo-assinado exigindo a repetição do jogo e que, segundo li num jornal de hoje, recolheu, em dois dias, muitos milhares de assinaturas - muito mais assinaturas, diz o jornal, do que as recolhidas, em várias semanas, a exigir a demissão do Conselheiro de Estado Manuel Dias Loureiro...

O caso remeteu para segundo plano tudo o resto, não apenas no que respeita às graves questões sociais que atormentam milhões de portugueses - entre eles, certamente, muitos dos flagelados pelo apito errado do árbitro - mas também no que respeita ao «fenómeno desportivo», como é hábito dizer-se...
O próprio jogo da selecção nacional que ocorrerá no próximo fim-de-semana - «jogo decisivo mas que não é decisivo», li por aí... - tem passado praticamente despercebido. E só não caiu totalmente no esquecimento porque o seleccionador nacional detectou e entendeu tornar pública a existência, entre os jogadores da selecção, de «sinais evidentes de entusiasmo e confiança». E, talvez julgando necessário apresentar mais provas desse «entusiasmo» e dessa «confiança», rematou deste jeito: «Há uma atmosfera especial no rosto, nos sinais corporais de cada jogador».
Ó diabo!...

Estas cenas trouxeram-me à memória um estudo divulgado há umas semanas atrás pela agência Lusa, segundo o qual «as palavras "futebol", "Sport Lisboa e Benfica" e "Futebol Clube do Porto» foram as que apareceram mais vezes em notícias publicadas na imprensa nacional em 2008 (jornais generalistas, desportivos e económicos
Talvez este estudo nos ajude a perceber por que é que, em tempos, se dizia que o fado é qu'induca e o futebol é qu'instrói...
Porque, como lucidamente dizia o poeta, isto anda tudo ligado...

7 comentários:

salvoconduto disse...

A imprensa ávida espreme o assunto. Será que o limão ainda tem mais sumo? Parecem fiscais, conseguem tirar sempre mais uma gota...

Abraço.

samuel disse...

Direi mesmo... enleado.

Abraço

Maria disse...

Serão os 3 Fs a perseguir-nos... ad eternum...
Temos que inverter, de vez, a situação.

Um beijo grande

Crixus disse...

A mim, que até era do Benfica e gostava razoavelmente de futebol, conseguiram por-me a "abominar" todo esse espectaculo.

Abraço

Antuã disse...

O poder quer que o pessoal pense indefinidamente com os pés.

Ana Camarra disse...

Como canta Sérgio Godinho "Ainda não vi a bomba H, ainda não vi o dia D..."

Fernando Samuel disse...

salvoconduto: este limão é inesgotável...
Um abraço.

samuel: enleado é mais rigoroso, de facto.
Um abraço.

Maria: ISTO anda tudo ligado e temos que continuar a lutar contra ISTO...
Um beijo grande.

Crixus: o futebol é assim - e de alguma forma sempre foi assim...
Um abraço.

Antuã: isso na melhor das hipóteses...
Um abraço.

Ana Camarra: mas hás-de ver?...
Um beijo.