ERA FATAL...

Uma semana após Sócrates ter decidido (sozinho, como mandam as regras dele...) que Vital Moreira (VM) era o cabeça de lista do PS ao Parlamento Europeu, teve início a campanha de propaganda em torno do escolhido. Era fatal que assim fosse.
Fernanda Câncio - que continua a revelar-se exímia em matéria de trabalho de casa - deu o pontapé de saída: o Diário de Notícias concedeu-lhe duas páginas da sua edição de hoje e ela utilizou-as da maneira mais conveniente para o PS.
Ali ficamos a saber tudo sobre Vital Moreira: um poço de virtudes, qualidades e valências raras, em suma, um génio.

Não sei se obedecendo a instruções recebidas (mas obviamente fazendo o que ao PS mais convém), Fernanda Câncio destaca, nesta hagiografia de VM, a passagem do génio pelo PCP ... no qual «recusou dois convites para o Comité Central, mas aceitou ser cabeça de lista por Aveiro às legislativas, fazendo campanha sozinho, de megafone no seu carro, e arrebatando o primeiro lugar para o PCP no distrito» - numa campanha eleitoral em que, diz o próprio VM, ele foi "um one man show" (presumindo-se que a organização distrital do PCP ficou em casa a ver o show...).
Na mesma linha propagandística, Fernanda Câncio foi ouvir amigos de VM: «Uma grande qualidade» dele - garante José Miguel Júdice que, enquanto líder fascista, foi opositor de VM em Coimbra, nos anos 60 - é «a de não ter medo de ir à luta por aquilo em que acredita». E dá um exemplo dessa qualidade: «Deixou o PCP, por exemplo, que é uma coisa terrível».
«Terrível» e heróica, como se deduz dos testemunhos de dois outros ex-PCP, rachados como VM, que recordam o momento em que ele - vejam bem a coragem do homem! - «desafiou Cunhal a abandonar a direcção do partido» e «dirigiu as dissidências dos anos oitenta e noventa»...

Pena foi que os objectivos de VM e dos seus rapazes tenham fracassado...
Na verdade,
1 - se Cunhal tivesse aceitado o tal «desafio»;
2 - se o colectivo partidário comunista tivesse optado por ficar em casa a ver o show;
3 - e se as tais «dissidências» não tivessem servido apenas para os dissidentes abicharem os respectivos tachos,
o PCP já não existiria - nem Vital Moreira seria candidato do PS ao Parlamento Europeu...
E, se assim fosse, a Fernanda Câncio, em vez de ter que cumprir a penosa tarefa de encher duas páginas do DN a propagandear o PS/Sócrates, poderia ficar em casa a gozar o dolce farnient a que tem direito...

7 comentários:

Ana Camarra disse...

Fernando Samuel

Corrige-me por favor:
O PS não é um modelo de democracia?
Como é que dizes que o Socas escolheu sozinho?
A Comunicação Social não é imparcial e isenta?!
A Nandinha não é independente sem qualquer ligação politica?
As campanhas eleitorais do PCP não são assim, baseadas no culto de uma personagem, obrigada sobre ameaça deida para a Sibéria a fazer a campanha toda por si só?
Tu achas mesmo que o Vitalito anda em busca de tacho ou de trem de cozinha completo?
Achas que lhe estão a pagar fretes?

Dúvidas, dúvidas....

beijos

samuel disse...

A ver se a gente se entende. Uma coisa é eu não ter o que se possa chamar uma boa recordação (por várias razões) das muitas sessões em que cantei nessa campanha no distrito de Aveiro, acompanhando o candidato Vital Moreira. Agora dizer que a fez sozinho... francamente!... :-)))

Abraço

vovó disse...

aí estão 3 observações basto pertinentes.
em cheio!
beijocasssss

Antuã disse...

O Vital sozinh?!... Se a mentira fosse dinheiro a Fernanda Câncio era a mulher mais rica do Mundo. É preciso não ter vergonha nhenhuma. pode muito bem fazer parelha com o Socretino.

Fernando Samuel disse...

Ana Camarra: trem de cozinha, trem de cozinha completo...
Um beijo.

vovó: um beijo amigo.

samuel: isso é o que tu dizes, mas o Vital diz que andou lá sozinho...
Um abraço.

Antuã: e, segundo se diz, faz...
Um abraço.

Maria disse...

Uma pessoa (eu) passa um dia sem poder vir à net (quase) e depois tem logo 5 ou 6 posts aqui para comentar...
Mas como são todos muito bons, aqui vai:
o homem andou lá sozinho, sim. ninguém gosta de acompanhar AQUELA voz aflautada. se o Samuel o encontra pela frente se calhar...

Um beijo grande

Fernando Samuel disse...

Maria: ele próprio diz de si que é um one man show... coitado do homem só...
Um beijo grande.