INJUSTIÇAS!

Mário Soares manifestou-se «surpreendido» com a detenção do seu amigo Dominique Strauss-Kahn - chefe máximo do famigerado FMI - acusado de «brutal agressão sexual a uma camareira» do hotel onde estava hospedado.

Comecei por ficar surpreendido com a surpresa manifestada por Soares - tanto mais que como o próprio Soares reconhece, Strauss-Kahn tem antecedentes na matéria: «ele já tinha tido uma coisa desse estilo»... (e eu acrescento: pelo menos, tanto quanto se sabe, duas coisas desse estilo...)

Depois percebi: Soares está «surpreendido» não pelo acto praticado pelo número 1 do FMI, mas por este, desta vez, ter sido preso...
Pensa Soares,, certamente, que pessoas como Strauss-Kahn - generosas, solidárias, amigas do seu amigo, sempre prontas a ajudar quem está com a corda na garganta... - não deviam ser presas por «coisas deste estilo»..

Soares disse o que disse na Feira do Livro, onde se deslocou para autografar o seu mais recente livro, «No Centro do Furacão», composto por algumas das crónicas que tem vindo a publicar no Diário de Notícias.
(Sim, aquelas prosas chatas, chatérrimas, intragáveis, com as quais Soares vai cumprindo as tarefas que lhe competem enquanto homem de toda a confiança do capitalismo - e especialmente do imperialismo norte-americano.)
Diz o DN que as pessoas fizeram fila para conseguir o autógrafo e a fotografia com o autor - «para a posteridade»...
Mas não desesperemos:tenho para mim como coisa certa que a maioria dessas pessoas, do livro apenas lerá... o autógrafo.

Com tudo isto, no entanto, fico a pensar que Soares é uma pessoa cheia de sorte, daquelas de quem é costume dizer-se que nasceram com o cu virado para a lua...
Senão vejamos: por se meter em «coisas deste estilo», Strauss-Kahn foi preso - e lá está, segundo se diz sujeito a ser condenado a 20 anos de prisão...
Enquanto isso, Soares, por se meter noutro estilo de coisas - destruiu o regime democrático de Abril e entregou Portugal ao capitalismo internacional - assina autógrafos na Feira do Livro e vê o DN chamar-lhe «figura maior do regime democrático»...

INJUSTIÇAS! - grito eu: ou os dois na prisão ou os dois a assinar autógrafos.
JÁ!

16 comentários:

joão l.henrique disse...

"Os dois, cláro"! de preferência lá
longe...

Um abraço.

Anónimo disse...

Apoiado! Os dois na prisão, já!

(Jorge)

samuel disse...

Os dois na prisão! Vá lá, pronto... a assinarem autógrafos uma vez por semana, durante a hora da visita... :-)))

Abraço.

Graciete Rietsch disse...

É incrível onde Soares vai buscar os amigos.
Na prisão, todos, excepção para os que já não andam por cá.

Um beijo.

Bolota disse...

E se a abusada fosse Maria Barroso ou Isabel Soares???

Estes donos do mundo cada vez que se manisfetassem assim deviam lavar palmadas na boca, mas de mão fechada.

Antuã disse...

O Soares tem cada amigo!.... Diz-me com quem andas.... Todos no fundo domar seria um perigo pois envenenavam os peixinhos.

Chalana disse...

"No FMI não há monstros"
Bochechas Soares dixit em Abril de 2011...

O Puma disse...

Surpreendido com Soares?

do Zambujal disse...

Pois... homens daquele estilo!
Para aquele estilo de homens, a prisão, as algemas? Mas que é isto? Soares surpreende-se? Tem toda a razão. E talvez se assuste. Olha se isto se pega, vindo lá daquele lado!, já não há respeito?...

Um abraço

Anónimo disse...

Khe Sanh

Prender apenas os dois não resolvia absolutamente nada. Soares e todos os satrapas da mesma linhagem o lugar deles é na prisão.

Esta lenda negra foi o principal coveiro do 25 de Abril. Foi ele quem destruiu a reforma agrária, foi quem assinou as primeiras leis com a CEE que destruiram o aparelho produtivo Português. Foi ele quem permitiu o desmantelamente da Lisnave em beneficio dos Melos.

Por outro lado que autoridade moral assiste a alguém falar em nome do povo, e da democracia quando mantinha reuniões secretas em sua casa com Vernon Walters e Franki Carlucci.

Este homem além de ter traído o povo que abusivamente dizia defender, também traiu os próprios amigos dele.

Salgado Zenha chamou-lhe Marcelista amuado, porque pretendia mais que o lugar de deputado à Assembleia Nacional que lhe foi oferecido pelo Marcelo, queria ser ministro. Palavras do Zenha nos anos 80.

O meu primeiro (talvez o unico) acto de desobidiência às orientações de A.Cunhal foi não ter votado nesta besta. Não estou nada arrependido.

Khe Sanh

GR disse...

Claro que o dito ficou surpreso!
No nosso país “os que se metem noutros estilos de coisas” não vão presos e ainda pedem indemnizações. O cabecilha do FMI mete-se com uma camareira do Gabão? e negra??? Vai preso!!! Agora que irá ser de nós? e da Grécia? Será que não nos irão dar o empréstimo? Que pena, por mim podem e devem de ir os dois presos, sem direito a dar autógrafos!

BJS,

GR

cid simoes disse...

No seu exílio nas "boîte de nuit" em Paris onde tanto ele como o Coimbra Martins eram conhecidos como os "pinga amor" também se metia nesse "estilo de coisas" mas... legalmente.

Anónimo disse...

Pelos brilhantes assuntos políticos em discussão neste blog e pela brilhante intervenção de J. de Sousa ontem no debate em que disse, que Sócrates tem uma "estranha forma de defender o estado social" (sic) é fácil concluír que o revisionismo atingiu nesta fase o cume da degradação ideológica do proletariado. Bem pode o Bolota preparar-se para engolir mais uns sapos perdidos no cano esgoto do revisionismo português.

Pedro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Chalana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Chalana disse...

É pá! Não me digam que o "Chispa" já assina como "anónimo"!?!?! Ó Chispa "anónima"! Tu, quando quiseres levar com uma entrada a "pés juntos", faz favor de nos visitar. Está bem?