O GRANDE AMOR DE CAVACO, O ESCLARECEDOR

Cavaco Silva é um esclarecedor nato.
Com ele nada fica por esclarecer: nem as acções SLN/BPN, nem a escritura da casa da praia da Coelha, nada: o homem esclarece tudo, põe tudo em pratos limpos. Sempre.


Ontem esclareceu o que anteontem tinha ficado por esclarecer quando declarou que houve «alguma injustiça» nos cortes nos salários dos trabalhadores da função pública - declarações que provocaram algumas interrogações.

Interrogações?: «Não percebo...» - exclamou Cavaco - «Então não sabem que as reduções de rendimentos só foram aplicadas a funcionários públicos?».
E continuando a esclarecer: «Largos milhares de portugueses do sector privado ficaram fora dessa tributação».
Portanto, e para esclarecimento total: os cortes nos salários «deveriam ter sido alargados ao sector privado» - só assim haveria «alguma justiça»...

Ou seja: «alguma justiça», para Cavaco, seria cortar nos salários de todos os trabalhadores, do público e do privado - já que injustiça seria, e tremenda, não haver cortes em nenhuns salários...
E pior, muito pior, do que isso, seria haver cortes nos lucros dos grandes grupos económicos e financeiros...


O título da notícia que, no DN, nos conta estes esclarecimentos todos é: «Cavaco volta a namorar funcionários públicos».
Que raio de «namoro» este!...
Trata-se, obviamente, de uma gralha: onde está «funcionários públicos» deve ler-se: grande capital.
Esse, sim, o grande amor de Cavaco, o esclarecedor.


11 comentários:

Graciete Rietsch disse...

Mas os funcionários públicos também votam, por isso é preciso namorá-los.
E se eles acordam e rejeitam o namoro?

Um beijo.

svasconcelos disse...

Apesar de já não me surpreender com estas declarações sureais do cavacal candidato, a verdade é que me custou a apreender estas declarações... poderia dizer que ele anda confuso,"xéxé" mesmo, mas é pior do que isso: ele anda conivente em perfeita harmonia com as medidas de injustiça social do (des) governo, e ao que parece, ainda as acha injustas pois deviam ser extensíveis a muito , muito mais gente, só não se deve incluir a ele mesmo e aos amigos do BPN, por exemplo.E faz questão de o relembrar em cada dia da campanha...

Um beijo,

samuel disse...

O homem tem um cérebro extremamente justo... quer dizer: acanhado, pequenino.

Abraço.

Anónimo disse...

O homem é uma desgraça nacional.

Antuã

Bolota disse...

Samuel,

Não comesse ele na gaveta como bom Algarvio, filho de Boliqueime

Justine disse...

A náusea que esse me provoca...

joão l.henrique disse...

Cavaco está na fila da frente na fotografia dos coveiros deste País.

Um abraço.

Maria disse...

O homem sempre foi conhecido por um grande namoradeiro. Aqui está a prova: namora todos...

Um beijo grande.

Anónimo disse...

Finalmente a Espanha desperta para uma luta mais decisiva e consequente contra o seu inimigo, o governo do PSOE. Denunciando os sindicatos amarelos que "pretendem vender os trabalhadores", convocaram formas de luta que vão desde assembleias em todo o país, manifestações e greve geral para 27 de Janeiro. O povo espanhol está decidido a não baixar os braços.

GR disse...

O homenzinho está cada vez mais provocador e pensa que os funcionários públicos estão xexés como ele!
Amanhã no Norte Cavaco vai ter uma grande concentração, não de pessoas, mas de muita e abençoada água, adoro esta chuva e mau tempo que em boa hora recomeçou (até 5ª feira) depois, o Sol brilhará para todos nós!

Bjs,

GR

Fernando Samuel disse...

Graciete Rietsch: ainda por cima é um namoro envenenado...
Um beijo.

svasconcelos: se fosse só xéxé, não era nada mau...
Um beijo.

samuel: minúsculo...
Um abraço.

Antuã: uma desgraça que nos desgraça...
Um abraço.

Bolota: é ascoroso.
Um abraço.

Justine: a besta mete nojo.
Um beijo.

joão l.henrique: sem dúvida.
Um abraço.

Maria: o namorado hipócrita.
Um beijo grande.

GR: ele sempre foi, é e será assim - não tem remédio.
Um beijo e bom trabalho.