AS ACÇÕES FICAM COM QUEM AS PRATICA

Eu sei que os «comentadores» já proibiram que se falasse nas acções do Cavaco - sejam elas boas ou más acções.
Dizem eles - os «comentadores» - entre eles o incontornável Professor Marcelo, que:
são coisas do foro pessoal, íntimo - e são.
são coisas normais, legais e outras coisas tais - e são.
são acções que um qualquer cidadão, se quisesse, poderia ter comprado e vendido nas mesmíssimas condições... - e são. (só tenho pena de eu não ser «um qualquer cidadão»)...
Enfim, são acções que não só não mancham como acrescentam seriedade a quem as fez - seriedade a dobrar como o próprio accionista fez questão de, como é seu timbre, esclarecer.
Por isso, falar de tais coisas em campanha é fazer «campanha suja».
Por tudo isso acato a proibição decretada pelos «comentadores» e não vou falar das acções de Cavaco - sejam elas boas ou más acções.

Pelas razões acima expostas, também não vou falar do caso da casa de Cavaco na praia da Coelha, em Albufeira.
Cavaco comprou uma casa que, por coincidência - pura coincidência - fica mesmo ali ao pé (e foi comprada na mesma altura) de duas outras casas cujos proprietários são dois ex-homens de peso da SLN/BPN: Oliveira e Costa e Fernando Fantasia. Casas de categoria superior, é bem de ver tratando-se de tais moradores, e que hão-de ter custado pipas de massa, sendo que a do Oliveira e Costa foi paga pelo BPN - percebe-se: era ele quem estava com a mão na massa...
Mas isso que importa?: cada um gasta as suas poupanças familiares como quer e lhe apetece, não é verdade?
Portanto nada a dizer - e especialmente, nada de fazer «campanha suja» com esta coisas limpíssimas.

Obviamente, também não vou falar do mistério que dizem pairar em torno da escritura da casa de Cavaco - escritura cujo paradeiro se desconhece e da qual não há sinais nem no Registo Predial de Albufeira nem no cartório notarial.
E então?, qual é o problema?: toda a gente sabe que escrituras desaparecidas são coisa banal, normal e trivial: são, enfim, o pão nosso da cada dia.
Além de que - e atenção a este item essencial! - Cavaco, o próprio, já esclareceu tudo (como, aliás, é seu timbre), dizendo que «não se lembra onde e quando fez a escritura».
Ora, uma pessoa não é obrigada a lembrar-se de tudo, não é verdade?

Com tudo isto o que eu quero dizer é que os «comentadores» estão cheios de razão quando proíbem que se fale nas acções do Cavaco - sejam elas boas ou más acções.

Tanto mais que, como diz o ditado, as acções ficam com quem as pratica...

9 comentários:

svasconcelos disse...

Se ele é assim tão esquecido... percebo melhor agora o seu esqueciemnto, por exemplo, em governar devidamente o país há uns anos atrás, e em representar condignamente os portugueses, mais recentemente...
Mas eu é que não esqueço o (s) seu (s) esquecimento (s)!
Um beijo,

CRN disse...

Parece ser que os média tão pouco se lembram de dar o tratamento pertinente a mais uma alcavala do criminoso mor cá do burgo.

Grande parte dos portugueses parece que o tomam como professor, parecendo quererem aprender a alcançar avultados pecúlios com truques e malabares de um verdadeiro artista.

Não em todos, mas, em muitos países este crápula já tinha sido guardado, como um exemplar de raça.

joão l.henrique disse...

«Boas acções»?? Só se for a de dar a moedinha na caixa das esmolas à saída da missa.

Um abraço.

Graciete Rietsch disse...

Que homem sem mácula!!!!!!
Lá por ser esquecido é preciso atacá-lo tanto?
Magnífico post!!!!!

Um beijo.

Anónimo disse...

O Cavaco só pratica boas acções. Então não vêem o seu lenço de escuteiro todo cheio de nós?!...

Antuã

Maria disse...

O que o gajo sabe já a mim me esqueceu - diria a minha avó, que também dizia que o diabo sabia muito não por ser diabo, mas por ser velho...
Como vês, esses de quem não falas no post são 'tudo bons rapazes'.

Um beijo grande.

Eduardo Miguel Pereira disse...

E ainda há quem vote num "gajo" tão desmemoriado ?
Muito bem Samuel, há que denunciar este "polvo" em que se tornaram (ou sempre foram) os amiguinhos do "centralão".

samuel disse...

"Vou tentar não falar
do que acontece
vou tentar falar
sem dizer nada"

Abraço.

Fernando Samuel disse...

svasconcelos: o homem tem uma memória selectiva...
Um beijo.

CRN: não te esqueças que ele é o modelo - ele o diz...
Um abraço.

joão l.henrique: mas só dar quando houver gente a ver...
Um abraço.

Graciete Rietsch: o impoluto...
Um abraço.

Antuã: nós cegos...
Um abraço.

Maria: o Scorsese bem os topava...
Um beijo grande.

Eduardo Miguel Pereira: infelizmente há muito quem vote na besta...
Um abraço.

samuel: é isso...
Um abraço.